Futebol Internacional, Notícias

Natalie Gedra, a voz brasileira na Premier League, se despede da ESPN

Natalie Gedra
Natalie Gedra deixa a ESPN (Foto: Reprodução/ESPN)

O principal jogo da rodada da Premier League contou com brasileiro decisivo. O gol de Gabriel Martinelli deu ao Arsenal a vitória sobre o Manchester City. Mas o confronto também marcou a despedida de Natalie Gedra da ESPN.

A jornalista participou normalmente da transmissão da partida pelo canal fechado. Antes do duelo, ela se limitou a dizer que falaria “apenas do jogo”, mas horas depois, Natalie Gedra fez questão de se despedir em seu Instagram.

“É difícil colocar em palavras porque eu nunca tinha parado pra pensar no dia em que eu teria de me despedir da ESPN, onde eu literalmente realizei sonhos. Me encontrei como pessoa e como jornalista. Vivi sete anos extremamente felizes”, disse ela, que mostrou empolgação com novo desafio.

“Pra deixar isso aqui (ESPN), precisava de muito. E o muito veio: repórter da Sky Sports, a gigante da Inglaterra. Falar do futebol deles, para eles. Como uma mulher brasileira, um desafio enorme e uma baita responsabilidade. Caramba, tô bem animada”, completou.

Após o jogo entre Arsenal e Manchester City, os companheiros de transmissão de Gedra fizeram questão de exaltá-la.

“Que siga um caminho de muito sucesso e que siga sendo essa referência que você já é há muito tempo. Uma referência para todos aqueles que se arriscam a fazer um bom jornalismo esportivo”, disse o narrador Paulo Andrade.

“Antes de sair, quero deixar um beijo para a Natalie. Um prazer trabalhar com você, você é gigante e vai fazer uma falta monumental pra gente”, completou Leo Bertozzi.

Quem é Natalie Gedra

Uma das correspondentes da ESPN na Inglaterra, Natalie pediu desligamento da emissora na última semana, pegando todos os fãs de surpresa. A jornalista terá um novo desafio profissional, trabalhar no renomado canal inglês Sky Sports.

Antes de chegar na ESPN, Natalie Gedra passou pela Band e pela Globo. Ela resolveu viver na Inglaterra para poder estudar. Lá, acabou recebendo uma proposta para trabalhar na ESPN, onde começou sua trajetória de sete anos.

Você Também pode gostar

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *