Publicidade

Lucas di Grassi é o atual campeão da Fórmula E (Foto: Divulgação)

A Fórmula E (categoria do automobilismo disputada por carros de corrida movidos a energia elétrica) teve sua primeira etapa de 2018 no último fim de semana, o E-prix do Uruguai, em Punta Del Este. E o piloto brasileiro Lucas Di Grassi, atual campeão, foi multado por um motivo para lá de curioso: usar roupa de baixo inadequada.

Di Grassi terá que pagar 10 mil Euros (cerca de R$ 40 mil) por ter usado uma parte da roupa que não era à prova de fogo, o que não é permitido pelo código internacional do esporte.  O piloto desculpou-se pelo ocorrido, argumentando ter usado todas as cuecas apropriadas disponíveis antes da corrida.

Braço duro

Publicidade

A cueca, no entanto, não foi o único motivo de punição para o brasileiro. Após uma manobra considerada ilegal pelos fiscais no treino classificatório, ele perdeu a pole-position que conquistara – largou da segunda posição, e se manteve nela até o fim da prova.

O episódio acabou colocando a categoria, que não chega a ser tão valorizada em nosso país, no foco da atenção do povo brasileiro.

Leia também:

Publicidade

10 frases confiantes (arrogantes) de Cristiano Ronaldo
Dez jogos no exterior que mais venderam para brasileiros em 2018
Chocolate, alfajor e refrigerante: Messi vomita em campo não é à toa
Cristiano Ronaldo cola em Messi e acirra briga pela artilharia na Espanha
Real Madrid toca ‘Operação Neymar’ e quer contratar o craque antes da Copa
Messi chega à marca de 100 gols na Champions League
Você lembra quais foram os capitães do Brasil em todas as Copas do Mundo?