Futebol Internacional

Seleção Brasileira: conheça Yan Couto e Carlos Augusto, convocados por Fernando Diniz

Fernando Diniz fechou contrato com a CBF para comandar a Seleção no meio do ano
Fernando Diniz pela Seleção (Foto: CRIS BOURONCLE/AFP via Getty Images)

O grupo da Seleção Brasileira contará com dois jovens laterais em ação no futebol europeu: Carlos Augusto e Yan Couto. Eles foram convocados por Fernando Diniz nesta sexta-feira (6) após os cortes de Renan Lodi e Vanderson.

Os recém-convocados estarão nos compromissos da Seleção Brasileira diante de Venezuela e Uruguai, ambos válidos pelas eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo 2026. As partidas vão acontecer nos dias 12 e 17 de outubro.
Carlos Augusto teve a sua formação na base do Corinthians, onde se destacou e foi multicampeão. A ascensão aos profissionais aconteceu em 2018, com 19 anos à época.
No período no Parque São Jorge, o lateral-esquerdo somou 41 partidas e marcou um gol. Ele participou da conquista do Alvinegro no Campeonato Paulista em 2019.

Recusa aos italianos pela Seleção Brasileira

Uma curiosidade marca a carreira do jovem lateral. Ele tem se destacado no futebol italiano, onde passou por Monza e, atualmente, defende a Inter de Milão, onde é titular do clube que lidera o Calcio.
O lateral, hoje com 24 anos, recebeu o convite para a defender a seleção italiana. Porém, Carlos Augusto recusou a investida por entender que teria capacidade de disputar um espaço no grupo da Seleção Brasileira.
Carlos Augusto entra na mira da seleção da Itália

Carlos Augusto recebe chance com Diniz (Foto: GABRIEL BOUYS/AFP via Getty Images)

Titular da Inter de Milão, Carlos Augusto chegou ao futebol europeu após o Monza desembolsar 4 milhões de euros para tirá-lo do Brasil.
– Eu sonhava com isso desde criança. Agradecer a todos que estiveram do meu lado e acreditaram em mim. Trabalhei muito por este momento, pois não há alegria maior do que defender as cores do seu país. É uma honra ter sido convocado pelo Brasil e vou honrar essa camisa ao máximo.
Agora, ele está cedido por empréstimo, com metas estipuladas para seguir em definitivo nas instalações do clube de Milão. A opção de compra é de 13 milhões de euros (R$ 21,8 milhões de reais) segundo a imprensa italiana.

Yan Couto monitorado por europeus desde a base

Antes mesmo de completar 18 anos, o lateral-direito foi negociado com o Manchester City. O Grupo City monitorava o jovem desde a base, onde era considerado uma promessa do Coritiba.
Pelo Coxa, Yan não teve tantos minutos entre os profissionais. Foram apenas dois jogos e o desfecho da ida à Inglaterra. O clube brasileiro recebeu 6 milhões de euros pela negociação (R$ 30 milhões à época) e ainda pode lucrar mais com bônus.
Yan Couto - Granada

Yan Couto com a camisa do Girona (Foto: JORGE GUERRERO/AFP via Getty Images)

Yan teve o aval de Pep Guardiola para chegar ao Manchester City. Antes, ele teve outros interessados no seu futebol: Bayern de Munique e Barcelona. O clube culé esteve perto do acordo ao oferecer 5 milhões de euros (R$ 23 milhões na ocasião).

– Sonho de criança realizado! Agradecer a Jesus por ser tão maravilhoso na minha vida, aos meus pais por sempre estarem do meu lado, ao Coritiba, Manchester City, Girona e Braga por toda aprendizagem. Muito feliz e honrado por essa oportunidade. Pátria amada BRASIL – escreve em rede social.

No Manchester City, porém, Yan ainda não conseguiu se estabelecer e nem sequer foi utilizado em jogos oficiais. Atualmente, ele defende as cores do Girona, da Espanha, pela segunda temporada. Ao todo, são 62 jogos, com quatro gols e oito assistências.

Além do Girona, Yan também teve passagem pelo Braga, de Portugal. Em 2022, o lateral foi indicado ao prêmio Golden Boy, prêmio entregue ao melhor jogador sub-21 do continente europeu. O seu contrato com o City vai até 2025.

Você Também pode gostar