Futebol Internacional

Vinícius Júnior fala sobre racismo na Espanha e garante: “Se eu ficar sozinho, o sistema vai me esmagar”

Vinicius Júnior Real Madrid
Vinicius Júnior sofre racismo mais uma vez na Espanha | Foto: Aitor Alcalde/Getty Images

Vinícius Júnior deu entrevista para o jornal francês L’Équipe, onde falou abertamente sobre as questões de racismo que vem sofrendo na Espanha. O jovem brasileiro abriu um processo contra La Liga e o Valencia, após o caso na partida contra o clube, em seu estádio, Mestalla, onde praticamente todos os torcedores o chamaram de “macaco”.

Vini admitiu que dificilmente mudará a ideia da sociedade espanhola, mas que comprará a briga até o final, visando melhorar a vida de futuros jovens negros que forem morar e trabalhar no país. O jogador também agradeceu a parceria de outros nomes, corroborando seu discurso no combate contra o preconceito racial.

Vinicius Júnior Real Madrid

Vinicius Júnior foi vítima de racismo mais uma vez na Espanha | Foto: Aitor Alcalde/Getty Images

Vinícius Júnior falou sobre racismo na Espanha

– Pessoalmente, sei que não vou mudar a história, que não vou fazer da Espanha um país sem racistas, nem do mundo inteiro. Porém, sei que posso mudar alguma coisa para quem chegar nos próximos anos não passar por isso. Para que as crianças tenham tranquilidade no futuro. Por elas eu farei tudo o que puder.

Se eu ficar sozinho contra o racismo, o sistema vai me esmagar. Quando estamos todos juntos, quando pessoas importantes abordam o assunto, como o presidente do Brasil (Lula), como o presidente da Uefa (Aleksander Ceferin).

Como Mbappé, como Neymar, grandes jogadores, como Rio Ferdinand, que sempre me escreve e está comigo nessa luta, isso necessariamente tem mais peso, completou Vini Júnior.

Você Também pode gostar

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *