Publicidade

Desde que retornou a Portugal, na metade do ano, Jorge Jesus sempre costuma falar sobre o Flamengo, seu antigo clube. Ele voltou a abordar o Rubro-Negro após ser vice-campeão pelo Benfica, que perdeu a Supertaça para o Porto, nesta quarta-feira.

Jesus Benfica Flamengo Jesus na final contra o Porto | Foto: MIGUEL RIOPA/AFP via Getty Images

Indagado se tem sentido mais dificuldade que imaginava no retorno ao Benfica, Jesus usou o exemplo do Flamengo, em que teve um primeiro tropeço antes de conquistar dois títulos de expressão em 2019: Libertadores e Brasileiro.

LEIA MAIS! PSG vai demitir Thomas Tuchel e já tem nome para substituí-lo

Publicidade

“Não tem sido difícil. O meu começo no futebol brasileiro também não foi fácil, também perdi a primeira decisão no Flamengo, só que tinha três semanas (de trabalho), aqui tenho cinco meses. Estamos a trabalhar em cima das nossas convicções, na melhor qualidade individual da equipe para ter um time mais forte coletivamente e a conhecer cada vez melhor os momentos do jogo. Ainda não conseguimos colocar a equipe nesse patamar. Não senti que o Porto tenha sido superior ao Benfica, foi superior nos momentos decisivos. Mais nada”, declarou Jesus.

LEIA MAIS! Diego Costa deve sair em janeiro do Atlético de Madrid

No começo do trabalho pelo Flamengo, Jorge Jesus foi eliminado da Copa do Brasil, nas quartas de final. O Fla caiu para o Athletico-PR, nos pênaltis, no Maracanã.

Jesus amarga segunda decepção no Benfica

Publicidade

O vice-campeonato da Supertaça de Portugal foi a segunda decepção de Jorge Jesus no retorno ao Benfica. De cara, ele teve de lidar com frustração na Champions League. O clube português foi eliminado na fase de qualificação, ao perder para o PAOK, e não conseguiu ir para a fase de grupos. O Benfica, então, foi a Liga Europa.