Publicidade

A zebra também costuma passear em Copa do Mundo. A história registra algumas surpresas marcantes. Na contagem regressiva para o Mundial do Catar, em novembro, que tal relembrar as maiores zebras de Copas?

Em 1950, por exemplo, em Belo Horizonte, a vitória dos Estados Unidos sobre a Inglaterra foi uma zebra histórica: 1 a 0, gol de Joe Gaetjens. O resultado surpreendente ainda rendeu um causo da bola. A imprensa inglesa, ao receber o placar de “England 0x1 USA”, pensou se tratar de um erro e “corrigiu” para “England 10×1 USA”.

Galeria de Fotos

Na Copa do Mundo de 1966, a bicampeã mundial Itália caiu para a Coreia do Norte, então estreantes em Mundiais. Pak Doo-Ik fez o gol da vitória por 1 a 0.

Relacionadas

Gnabry

Publicidade

A Argélia, em 1982, aprontou para cima da Alemanha Ocidental: 2 a 1, na fase de grupos. Madjer e Belloumi fizeram os gols para a seleção africana.

É cada zebra em Copa do Mundo

Campeã mundial de 1986, a Argentina, com Maradona, foi surpreendida em 1990, na Itália. Camarões fez 1 a 0, gol de Oman Biyik.

Japão é freguês da Seleção Brasileira; Neymar costuma dar sorte

Publicidade

A Espanha recebeu um duro golpe na Copa do Mundo de 1998, na França. A Nigéria fez 3 a 2, avançou ao mata-mata e eliminou os espanhóis. O jogo ficou marcado pela falha do goleiro Zubizarreta.

Neymar alfineta festa da seleção da Argentina por título da Finalíssima: ‘Ganharam a Copa?’

O Mundial de 2002 teve duas zebras marcantes. Na fase de grupos, Senegal bateu a campeã mundial França, que não teve Zidane, lesionado, mas contou com Thuram, Vieira, Henry, Trezeguet & Cia. Papa Bouba Diop fez o gol da vitória senegalesa. Os franceses caíram na primeira fase, enquanto Senegal foi até as quartas de final.

França Senegal Copa do Mundo Zidane viu do banco a zebra passear | Foto: PATRICK HERTZOG/AFP via Getty Images

Publicidade

Nas oitavas de final, a Coreia do Sul derrubou a Itália, na prorrogação, por 2 a 1. Vieri abriu o placar, enquanto Seol Ki-hyeon empatou aos 43 do segundo tempo. Na prorrogação, no segundo tempo, Ahn Jung-hwan virou o jogo. A Coreia do Sul também derrubou a Espanha, nos pênaltis, nas quartas de final.

Juventus faz proposta e aguarda o ‘sim’ de Pogba

Em 2010, a anfitriã África do Sul venceu o único jogo na fase de grupos no duelo com a França: 2 a 1. A seleção francesa se despediu na primeira fase na lanterna, com apenas um ponto.

A surpresa de 2014

Publicidade

A Costa Rica foi a sensação da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. De cara, vitória sobre o Uruguai, de virada: 3 a 1. Depois, triunfo sobre a Itália por 1 a 0. A seleção costarriquenha só parou nas quartas de final – perdeu nos pênaltis para a Holanda.

Uruguai Costa Rica Costa Rica aprontou em 2014 | Foto: GABRIEL BOUYS/AFP via Getty Images

Campeã mundial em 2014, a Alemanha caiu na fase de grupos na Copa do Mundo da Rússia. A eliminação foi sacramentada com uma zebra daquelas. A Coreia do Sul fez 2 a 0, com dois gols nos acréscimos.

Comentários