Publicidade

Qual é o preço da glória? Para o Manchester City, que tem uma fortuna por trás, talvez seja pequeno. Na final da Champions League, contra o Chelsea, o clube inglês ostenta um elenco que montou ao longo das últimas temporadas investindo pesadamente no mercado da bola.

O valor de mercado do plantel do City é avaliado em 1,02 bilhão de euros (R$ 6,5 bilhões), de acordo com “Transfermarkt”, especialista do assunto. Dos principais destaques do time nesta campanha que já é histórica – pela primeira vez chegou à final da Champions League -, apenas Phil Foden é das categorias de base do clube.

Guardiola Manchester City Guardiola está perto da glória maior pelo Manchester City | Foto: Imago Images

Para esta temporada, por exemplo, o Manchester City coçou o bolso para encontrar uma peça fundamental para ajustar o sistema defensivo. O zagueiro português Rúben Dias, ex-Benfica, custou 68 milhões de euros (R$ 433 milhões, na cotação atual).

Relacionadas

Guardiola x Tuchel
Neymar Champions League
Cristiano Ronaldo 2017

Publicidade

Já Nathan Aké, outro reforço para a zaga, foi contratado por 45,3 milhões de euros (R$ 288 milhões, na cotação atual), junto ao Bournemouth. A novidade do City, nesta temporada, para o ataque foi Ferrán Torres, ex-Valencia, que custou 23 milhões de euros (R$ 146 milhões, na cotação atual).

Rúben Dias Rúben Dias ajeitou a zaga do City | Foto: Imago Images

O City conta com três brasileiros no elenco. Fernandinho (contratado em 2013) e Ederson (reforço de 2017) custaram, cada um, 40 milhões de euros (R$ 254 milhões, na cotação atual). Já Gabriel Jesus, no clube desde 2017, custou 32 milhões de euros (R$ 203 milhões, na cotação atual).

O Manchester City investiu pesadamente em todos os setores. Os zagueiros John Stones e Laporte custaram, respectivamente, 55,6 milhões de euros (R$ 354 milhões, na cotação atual) e 65 milhões de euros (R$ 414 milhões, na cotação atual).

Manchester City investe fortuna no mercado da bola

Publicidade

Os meias Rodri, Gündogan e Bernardo Silva chegaram por, respectivamente, 62,7 milhões de euros (R$ 399 milhões, na cotação atual), 27 milhões de euros (R$ 172 milhões, na cotação atual) e 50 milhões de euros (R$ 318 milhões, na cotação atual).

Galeria de Fotos

Astro do time, De Bruyne é o mais caro deste elenco. Ele foi contratado por 76 milhões de euros (R$ 484 milhões, na cotação atual). Maior artilheiro do clube e vivendo os últimos dias de City, Agüero custou 40 milhões de euros (R$ 254 milhões, na cotação atual).

De Bruyne Manchester City De Bruyne é o cara do Manchester City | Foto: Imago Images

Sterling, por sua vez, foi contratado por 63,7 milhões de euros (R$ 405 milhões, na cotação atual), enquanto Mahrez custou 67,8 milhões de euros (R$ 432 milhões de euros, na cotação atual).

Comentários