Publicidade

Quem esperava uma chuva de gols, em função do retrospecto da adversária, viu apenas um golzinho, mas suficiente para carimbar, sem sustos, a classificação para as quartas de final. A Seleção Olímpica Feminina, bastante modificada, venceu a Zâmbia por 1 a 0, nesta terça-feira, no fechamento da fase de grupos. Agora, o Brasil vai enfrentar o Canadá no mata-mata na Olimpíada de Tóquio.

A Zâmbia entrou em campo com 14 gols nas costas (perdeu por 10 a 3 para a Holanda e empatou por 4 a 4 com a China). Com a classificação encaminhada, a técnica Pia Sundhage aproveitou para poupar o time do Brasil.

Seleção Feminina A festa brasileiro com o gol de Andressa Alves | Foto: Sam Robles / CBF / Divulgação

A Seleção deu a impressão de que poderia atropelar mesmo assim. Aos nove minutos, Ludmila foi derrubada e caiu na área. O VAR recomendou a revisão do lance e apontou falta na entrada da área. Mweemba foi expulsa. Andressa Alves bateu com categoria e fez 1 a 0.

Relacionadas

Haaland Borussia Dortmund
Mbappé PSG Champions League
Pogba Manchester United PSG

Publicidade

Mesmo com uma jogadora a mais, o Brasil não conseguiu ampliar o placar. O jogo foi enrolado, com muitas trombadas e atuação técnica abaixo da Seleção. O Brasil até criou – chegou a acertar o travessão -, mas se contentou com o triunfo magro.

O Brasil termina o Grupo F com sete pontos – goleou a China e empatou com a Holanda – e na segunda colocação. As holandesas avançaram no primeiro lugar, por ter saldo de gols melhor.

Agora, a Seleção Feminina vai enfrentar o Canadá nas quartas de final da Olimpíada de Tóquio. O duelo será nesta sexta-feira, às 5h (de Brasília).

Comentários