Publicidade

Vira e mexe, aqui no Brasil e no mundo, jogadores de futebol vão parar no noticiário policial. O lateral-esquerdo Benjamin Mendy, do Manchester City, e o zagueiro Rúben Semedo, do Olympiacos, são dois exemplos recentes: os jogadores foram presos.

Mendy é acusado de ter cometido quatro estupros e uma agressão sexual, enquanto Semedo foi detido por suspeita de ter estuprado uma garota de 17 anos.

Galeria de Fotos

Eles aumentam a lista de jogadores que já presos. Um grupo de atletas de renome, até mesmo craques, já teve problema a ponto de ser detido.

Relacionadas

Ben White chegou agora, mas era pedido antigo de Arteta - Foto: Arsenal

Jogadores que foram presos

Publicidade

Em 2020, Ronaldinho Gaúcho foi preso no Paraguai. Ele e o irmão Assis foram detidos por tentarem entrar no país vizinho com passaportes falsos. R-10 e Assis ficaram detidos por quase seis meses – a maior parte do tempo em prisão domiciliar.

Ronaldinho confirma ter testado positivo para a Covid-19 em vídeo no Instagram Ronaldinho foi preso no Paraguai – Reprodução

Outro craque brasileiro também se enrolou por falsificação de documento. Leônidas da Silva, em 1941, foi preso por falsificar o certificado de dispensa do serviço militar.

Um caso que chocou o Brasil foi o do goleiro Bruno, à época do Flamengo. Em 2010, ele foi preso pelo sumiço da modelo Eliza Samudio, com quem teve um filho. Bruno foi condenado por homicídio e, em 2019, passou para o regime semiaberto.

Goleiro Bruno e Eliza Samudio - Reprodução Goleiro Bruno e Eliza Samudio – Reprodução

Publicidade

O ex-atacante Edmundo se envolveu em um acidente de trânsito, em 1995, que resultou na morte de três pessoas. À época, ele defendia o Flamengo. Edmundo foi condenado e chegou a passar um dia na prisão. A pena dele prescreveu.

Jobson teve um carreira atribulada no futebol e também viveu problemas fora das quatro linhas. Ele foi preso sob a acusação de estupro de vulnerável.

O zagueiro Breno viveu um drama na Alemanha. Ele foi preso por incendiar a casa e ficou detido por quatro anos.

Breno com a camisa do Bayern (Foto: Bundesliga)

Pensão alimentícia é drama de boleiros

Publicidade

O atacante Viola, 2012, foi preso por porte ilegal de arma e violência doméstica.

O goleiro Jean, que à época pertencia ao São Paulo, foi preso nos Estados Unidos, em 2019, acusado de agredir a esposa, Milena Bemfica.

No Brasil, o não pagamento de pensão alimentícia já levou alguns jogadores à prisão. O craque Romário, por exemplo, foi detido em 2009. Já Zé Elias, ex-Corinthians, Santos e Inter de Milão, ficou 30 dias preso pelo problema. Já Edílson foi detido três vezes por não pagar pensão, em 2014, 2016 e 2018.

Publicidade

jogadores presos

Feras internacionais detidas

Rincón brilhou no futebol brasileiro, especialmente no Palmeiras e Corinthians. O colombiano foi preso, em 2007, sob acusação de lavagem de dinheiro e tráfico de drogas.

Maradona lutou contra a dependência química. Em 1991, o craque argentino foi detido por um dia após ser flagrado, ao lado de outras pessoas, com posse de cocaína.

Publicidade

Polêmico atacante francês, Eric Cantona foi detido em 1995. Ele se envolveu em uma briga de bar em Londres.

jogadores presos Cantona na época de United

Paul Gascoigne é mais um craque polêmico e com muitas confusões. O craque inglês foi detido algumas vezes, seja por briga em bar, posse de drogas e perturbar a ordem pública.

Folclórico goleiro, o colombiano Higuita ficou preso por seis meses. Em 1993, ele foi detido por ter se envolvido em um caso de sequestro.

Comentários