Publicidade

A falta de resultados não foi o único motivo que levou o Tottenham a demitir José Mourinho, na segunda-feira. O técnico português, de acordo com “The Times”, não tinha um bom relacionamento com parte do elenco do clube inglês. Desta maneira, com medo de Mourinho ter perdido o vestiário, o Tottenham decidiu interromper o trabalho do treinador.

Mourinho Tottenham Mourinho foi demitido | Foto: MIKE HEWITT/POOL/AFP via Getty Images

O jornal inglês destaca que alguns jogadores perderam a confiança em Mourinho ao longo da temporada. O técnico teve atrito com parte do elenco, como Bale, Dele Alli, Ndombele e Aurier. As críticas públicas feitas por Mourinho também contribuíram para o clima ruim.

Dirigente do Tottenham, Daniel Levy se viu pressionado com a situação. Com receio de ver uma debandada no fim da temporada – até dez jogadores poderiam pedir para sair, se Mourinho continuasse no cargo -, ele optou por demitir o técnico português.

A trajetória de Mourinho no Tottenham

Publicidade

Mourinho comandou o Tottenham por um ano e cinco meses. Ele teve uma trajetória de altos e baixos. Nesta temporada, chegou a liderar a Premier League, mas o time perdeu fôlego. Para piorar a situação, o clube inglês foi eliminado pelo Dinamo Zagreb na Liga Europa.

Mesmo com a final da Copa da Liga Inglesa no domingo, contra o Manchester City, o Tottenham decidiu não esperar o duelo e optou por demitir José Mourinho. Ele disputou 86 jogos pelo clube, com 44 vitórias, 19 empates e 23 derrotas.

Comentários