Publicidade

Anatoliy Tymoshchuk é o jogador com mais partidas com a camisa da seleção da Ucrânia, 144 no total. Considerado um dos maiores ídolos do país, chegou a atuar com a bandeira do clube pintada na cabeça. Entretanto atualmente, aos 37 anos, sofre com o desprezo de seu país pelo fato de não ter se posicionado contra a Rússia por conta da guerra no Leste europeu. O ex-jogador hoje integra a comissão técnica do Zenit da Rússia.

Anatoliy Tymoshchuk nos tempos de jogador – Foto: Getty

Vladimir Putim, presidente da Rússia, está expulsando do país os críticos da invasão à Ucrânia. Assim Anatoliy Tymoshchuk não parece disposto a pagar para ver e se calou. A Federação Ucraniana e o Governo do país já retiraram seus títulos e honras ganhos ao longo da carreirta. Além disso ele sofre com as críticas de colegas.

Ex-companheiro do craque, Alexander Aliev ligou ele a um zumbi.

Publicidade

– Entendo que ele trabalhe na Rússia e no Zenit, mas poderia proferir algumas palavras de apoio ao seu país. As pessoas na Rússia são zumbis, têm medo de tudo. O Putin intimidas. Fiquei muito decepcionado com o Tymoshchuk, nem quero dizer o nome dele. Todos diziam que ele era uma lenda – disse ele.

Relacionadas

Philippe Coutinho Aston Villa
Christensen

Outra pessoa de prestígio na Ucrânia, Grigory Kozlovsky, presidente do Rukh, clube local, foi ainda mais duro.

– Como disse o Shevchenko, não temos medo dos piolhos de Moscou como também não o temos das lêndeas ucranianas. Esta é uma lêndea ucraniana. Como se costuma dizer, com lêndeas assim, tu não precisas de inimigos – brincou o dirigente ao jornal ‘Denisov Time’.

Publicidade

O silêncio de Anatoliy Tymoshchuk prossegue. Assim as críticas ao ex-jogador devem aumentar de maneira ainda mais considerável nos próximos dias.

Comentários