Publicidade

O holandês Ronald Koeman continua tendo que responder a perguntas pelo Barcelona mesmo depois de ter deixado o clube, há mais de um ano. Ao participar de um evento em Paris, o treinador contou que fez uma exigência quando estava no comando do clube. E que ela envolvia o jovem meia Pedri, uma das grandes promessas do Barça.

Koeman Barcelona Koeman dirigiu o Barça. Mas saiu antes do fim do contrato | Foto: David Ramos/Getty Images

Ao assumir o clube ele logo percebeu o talento do jogador. Mas acabou sendo informado que a ideia do Barcelona era emprestar o apoiador para que ele pudesse ganhar experiência. Assim Koeman decidiu se impor.

– No caso de Pedri, foi impressionante porque me lembro de que quando assinei o contrato com o Barça e os dirigentes me falaram sobre ele. Mas eu não o conhecia. Sabia que ia ser um grande jogador. Vi Pedri o suficiente em dois treinos. Naquela pré-temporada eu disse que tinha que deixá-lo no time porque o Barça tinha ofertas para ele jogar um ano fora. Mas eu disse ‘Pedri não vai sair daqui, porque acho que ele será titular em breve’. . E foi assim – revelou Koeman.

Relacionadas

Gnabry Bayern de Munique
Mkhitaryan
Lewandowski Bayern de Munique

Publicidade

O treinador disse que fica zangado com pessoas que dizem que ele não foi bem no Barcelona.

– Sempre dói quando você não consegue terminar o que queria terminar, o contrato. No meu caso, acho que as pessoas que sabem de futebol, que conhecem o clube , que conhecem a situação econômica do Barça, acham que fiz um bom trabalho. Não quero dizer um ótimo trabalho, nem um mau trabalho. Acho que foi um bom trabalho em uma situação muito complicada para o Barça – disse ele.

Pedri na chegada do Barcelona (Foto: Barcelona)

Ronald Koeman está desempregado desde que deixou o Barcelona. Entretanto ele vai voltar ao trabalho a partir de 2023. O treinador tem contrato para assumir a seleção da Holanda tão logo termine a Copa do Mundo do Catar.

Comentários