Publicidade

Diogo Jota novamente foi destaque no Liverpool, desta vez na vitória sobre o Leicester, por 3 a 0, neste domingo (22), pela Premier League. O português inclusive foi autor do segundo gol da partida, aos 41 minutos do primeiro tempo. Como reconhecimento, ganhou as páginas dos principais jornais do Reino Unido.

No entanto, além das manchetes, o jovem português segue firme rumo à titularidade no time de Jurgen Klopp. Diogo Jota virou uma espécie de unanimidade, alçado a “um patamar ainda mais alto”. Isso conforme profecia de Stephen Eustáquio, seu ex-companheiro de vestiário – jogaram juntos na Seleção Portuguesa Sub-21.

Firmino via Jota como sombra, mas esquema ajuda os dois. Até quando? Firmino via Jota como sombra, mas esquema ajuda os dois. Até quando? – Foto: Jon Super – Pool/Getty Images)
Jota entra para a história do Liverpool ao marcar golos nos primeiros quatro jogos disputados em Anfield – contra o Arsenal, Sheffield United, Midtjylland e Leicester. Ele é uma das grandes surpresas da temporada, mas também desperta maiores atenções.
Menos mal para o brasileiro Roberto Firmino, que volta e meia cedia lugar ao português, conforme prática de Klopp durante as partidas. O técnico alemão parece ter encontrado uma fórmula que permite escalar ambos, Firmino e Jota, o que ficou comprovado na vitória sobre o Leicester. O esquema é simples, bem ofensivo, mas o meio de campo fica um pouco sacrificado, contando com três jogadores.
Assim, ainda não se sabe como Klopp deve proceder em jogos mais duros, nos quais se exige mais do meio de campo. O 4-3-3 funcionou contra o Leicester, mas se tiver que se reforçar no meio, quem sairia? Se cuida, Firmino.

Leia também

“Plano Messi” do City esbarra em Sterling e De Bruyne. Entenda!
Agente de Cristiano Ronaldo entrega o futuro do craque