Publicidade

O ex-atacante brasileiro Jardel deixa as torcidas de Grêmio e Vasco com saudades. Mas em Portugal o jogador tem reconhecimento de ídolo por tudo o que fez no Porto e no Sporting. Além disso ele continua dando as suas polêmicas entrevistas. Ao marcar presença no tradicional evento “Lisboa Belém Open” o eterno artilheiro não perdeu a oportunidade de enaltecer seus feitos. Tanto que chegou a minimizar os feitos do polonês Robert Lewandowski, hoje o principal goleador do futebol europeu.

Jardel é ídolo do Porto e se compara a Lewandowski (Foto: Divulgação)

Segundo Jardel, Lewandowski é muito valorizado por fazer entre 45 e 60 gols ao longo das temporadas. Mas ele garante que fez muito mais.

– O Lewandowski é um jogador que faz 45 a 60 gols por ano, o que ele faz eu fiz durante seis ou sete anos seguidos. Então, se eu agora fosse jogador valeria uns 150 ou 200 milhões de euros (mais de R$ 1 bilhão pelo câmbio atual) – disse Jardel.

‘Melhor que Lewandowski ‘, Jardel elogia Jorge Jesus

Jardel fez sucesso na Europa (Foto: Uefa)

Publicidade

O brasileiro fez rasgados elogios a Jorge Jesus, treinador do Benfica e que nos últimos meses conquistou vários títulos pelo Flamengo, como Campeonato Carioca, Campeonato Brasileiro e Copa Libertadores.

– Tive a oportunidade de almoçar com ele. Ele conhece a minha história. Além disso é um treinador que fez muito no futebol brasileiro. Será sempre muito bem recebido quando for ao Brasil – disse ele.

Leia também

Manchester United enfrenta crise no ataque e a Premier League apenas começou
Sem provocar, adversário do PSG torce por um Neymar cansado nesta sexta-feira

Publicidade

Jardel, que teve problemas com vícios, agora garante viver uma fase tranquila da vida.

– Hoje penso apenas em ter uma vida saudável e viver mais – disse ele.

Jardel despontou para o futebol pelo Vasco no começo na década de 90, mas foi no Grêmio que brilhou, conquistando a Copa Libertadores de 1995, dentre outros canecos. Além disso brilhou pelo Porto e pelo Sporting.