Publicidade

O Barcelona anunciou, nesta quinta-feira, que Messi não vai continuar no clube. Trata-se de uma bomba e de uma reviravolta em uma questão que parecia definida.

Segundo o Barcelona, o clube e o Messi foram “obrigados” a interromper este casamento histórico. As duas partes estavam acertadas. Havia um acordo para renovar o contrato. A imprensa espanhola apontava que seria um novo vínculo de cinco anos, com redução salarial de 50%. Entretanto, não será possível efetivar este pacto.

Messi Barcelona Messi está fora do Barcelona | Foto: Imago Images

O Barcelona apontou os obstáculos econômicos e estruturais (regras da La Liga) como motivos para o adeus a Messi. O clube acrescenta que o craque argentino e o clube lamentam este desfecho e que era vontade das duas partes continuar a parceria.

Relacionadas

Ramsey Juventus
Dybala

Publicidade

O clube espanhol paga o preço por uma crise econômica. O Barcelona se vê obrigado a reduzir a folha salarial para se enquadrar nas regras da La Liga. Messi aceitou reduzir em 50% o salário. Entretanto, nem assim será possível continuar.

Brasil x Espanha vai render: relembre outras finais olímpicas

O Barcelona corre para liberar jogadores no mercado da bola, mas vem lidando com dificuldades e ainda não avançou neste sentido. A perda de Messi é um baque e tanto para a história do clube.

Barcelona se despede de Messi

Publicidade

Messi chegou ao Barcelona ainda nas categorias de base e se tornou no maior jogador da história do clube e um dos maiores de todos os tempos. Ele fez 672 gols em 778 jogos pelo Barça. É o maior artilheiro do Barcelona.

O craque argentino quis deixar o Barcelona em 2020, mas recuou ao ver que o caso poderia parar na Justiça. Ele, então, decidiu cumprir o último ano de contrato. Com o retorno de Joan Laporta à presidência, o panorama havia mudado. A continuidade de Messi era um caminho natural.

O vínculo dele com o Barcelona acabou no dia 30 de junho. Nem mesmo isso tirou o otimismo do clube. Entretanto, o acordo não será efetivado. O dia 5 de agosto de 2021 entra para a história como a despedida de Messi do Barcelona.

Comentários