Publicidade

Embalada pelo título da Copa América, a Argentina deu mais um passo rumo à Copa do Mundo de 2022. Nesta quinta-feira, a seleção argentina venceu, fora de casa, a Venezuela por 3 a 1, pela 9ª rodada das Eliminatórias.

No primeiro jogo após o histórico título, a Argentina confirmou o favoritismo. Sob a batuta de Messi, a seleção argentina buscou o ataque desde o começo. A expulsão de Adrián Martínez, ainda no primeiro tempo, tornou a missão da Venezuela ainda mais complicada.

Lautaro Martínez Argentina Lautaro mostrou faro de artilheiro | Foto: Reprodução

A Argentina continua invicta nas Eliminatórias, agora com 15 pontos. A seleção de Messi, Di María & Cia. está na vice-liderança. Já a Venezuela tem apenas quatro pontos.

Relacionadas

Equador x Paraguai
Benzema Mbappé

Publicidade

Agora, a Argentina tem o Brasil pela frente, no reencontro após a final da Copa América. O clássico, válido pela 6ª rodada, que tinha sido adiada, será neste domingo, às 16h (de Brasília), na Neo Química Arena, em São Paulo. Já a Venezuela visita o Peru.

Argentina supera a Venezuela

A Argentina logo tomou a iniciativa. De Paul carimbou o travessão. Os donos da casa ficaram com um jogador a menos. Adrián Martínez acertou Messi na altura do joelho, de sola. O VAR recomendou a revisão e ele levou o vermelho.

Perdeu, Cavani! Manchester United define número de Cristiano Ronaldo

Publicidade

A pressão argentina surtiu efeito nos acréscimos do primeiro tempo. Lautaro Martínez recebeu de Lo Celso e tocou na saída do goleiro: 1 a 0, aos 46. Na etapa final, Soteldo até deu um susto nos hermanos. A Argentina, então, ampliou. Joaquín Correa recebeu de Lautaro e bateu no canto, aos 25: 2 a 0.

O terceiro gol não demorou. Ángel Correa ficou com rebote e fez 3 a 0, aos 28 minutos. A Venezuela, pelo menos, conseguiu diminuir. Nos acréscimos, Soteldo bateu pênalti, de cavadinha, e marcou.

A Argentina confirmou o favoritismo e venceu mais uma nas Eliminatórias.

Comentários