Futebol Internacional

CAS anula punição e Manchester City está livre para disputar Liga dos Campeões

Manchester City de Guardiola fez história na Premier League | Foto: Manchester City

O Manchester City está livre para disputar competições europeias, como a Liga dos Campeões. A expectativa do técnico Pep Guardiola não poderia ter sido mais certeira, conforme publicamos aqui no Mais Que Um Jogo. A Corte Arbitral do Esporte publicou no início da manhã desta segunda-feira (13) sua resolução sobre o pedido do City. O banimento do clube por duas temporadas das competições europeias está simplesmente anulado. Mas não foi apenas isso.

Embora punido, Manchester City de Guardiola está livre para disputar competições europeias | Foto: Divulgação Manchester City

De lambuja, o clube ainda obteve redução da multa que havia recebido. O valor caiu de 30 milhões de euros para 10 milhões de euros, algo em torno de R$ 60 milhões. Para quem não se lembra, o Manchester City foi punido por descumprimento do Fair Play financeiro. Em simples palavras, os clubes são proibidos de gastar mais do que arrecadam. Embora tenha sido condenado, o clube inglês recorreu e conseguiu reverter o quadro.

Essa audiência de revisão ocorreu no mês passado. O site oficial do Manchester City publicou um agradecimento à corte:

“Na pendência de analisar em detalhes a resolução do Tribunal de Arbitragem do Esporte (TAS) o mais rápido possível, o Manchester City deseja expressar a sua satisfação com a resolução que valida a posição do clube e as evidências apresentadas. O clube deseja agradecer ao TAS e aos membros do painel de árbitros por sua diligência neste procedimento.”

Leia também:

Irmão de lateral direito do Tottenham morre assassinado na França

A CAS vai publicar nos próximos dias a decisão, oficializando a medida. Embora tenha tido redução da multa, o Manchester City tem 30 dias para pagar os R$ 60 milhões. Com a anulação, fica a dúvida sobre como serão os casos semelhantes daqui por diante e se a entidade terá força institucional para cobrar aos clubes a postura correta quanto ao Fair Play Financeiro.

Você Também pode gostar

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *