Publicidade

Brasil campeão da Copa do Mundo de 2018: a história garante (Foto: Arquivo Fifa) Brasil campeão da Copa do Mundo de 2018: a história garante (Foto: Arquivo Fifa)

Brasil campeão da Copa do Mundo de 2018. Se depender da história a Seleção Brasileira garantiu o título nesta segunda-feira, quando a Itália foi eliminada pela Suécia na repescagem do torneio da Rússia. Isso porque, a contar do Mundial de 1934, a cada 12 anos, brasileiros ou italianos ergueram o caneco.

Em 1934 a Itália esteve na final contra a Tchecoslováquia e se sagrou campeã pela primeira vez. Passados 12 anos, em 1946, a Copa do Mundo não aconteceu por conta da Segunda Guerra Mundial.
Retomando as contas a partir de 1946, passados 12 anos e o Brasil ganharia a Copa do Mundo pela primeira vez em 1958, na Suécia, derrotando a dona da casa na grande final por 5 a 2.

Publicidade

Mais 12 anos se passaram e chegamos a 1970. O Esquadrão de Ouro de Zagallo ganhou o tri no México. Dessa vez a teoria foi confirmada em dose dupla, com a final sendo contra a Itália. Goleada por 4 a 1 com show de Pelé e golaço de Carlos Alberto Torres.

O ano de 1982 trouxe outro confronto entre brasileiros e italianos, com um certo Paolo Rossi brilhando em terras espanholas. A Itália ganhou por 3 a 2, chegou à final e se sagrou tri batendo a Alemanha.

Baggio perdeu o pênalti e o Brasil foi campeão em 1994 (Arquivo Fifa) Baggio perdeu o pênalti e o Brasil foi campeão em 1994 (Arquivo Fifa)

Um outro encontro em decisões aconteceu parta brasileiros e italianos em 1994. Dessa vez nos Estados Unidos, o 0 a 0 em uma final de péssimo nível coroou Tafarrel, que brilhou na disputa de pênaltis, e a geração de Bebeto e Romário.

Publicidade

Em 2006, passados mais 12 anos, a Itália se garantiu na final do Mundial de 2006, dando a volta olímpica diante da França no histórico jogo de despedida de Zinedine Zidane.

Assim, em 2018, ou Brasil ou Itália era esperado na final para ganhar a taça. Sem a Azzurra, nossas chances aumentam consideravelmente.

Alemanha e Argentina também costumam marcar encontros

Alemanha campeão de 1954 (Arquivo Fifa) Alemanha campeão de 1954 (Arquivo Fifa)

Uma coincidência com 12 anos envolve Argentina e Alemanha, mas sem garantia de título, a contar do primeiro Mundial, em 1930, quando a seleção platina foi derrotado pelo Uruguai. Como não teve Mundial em 1942, também por conta da Segunda Guerra, passamos para 1954, ano em que os alemães bateram a Hungria na final. Em 1966 a Alemanha perdeu a Copa para a anfitrião Inglaterra. Recebendo a Copa de 1978, os argentinos foram campeões diante da Holanda.

Publicidade

Em 1990 a disputa foi entre as duas seleções. A Alemanha ganhou por 1 a 0, se vingando da perda do título de 1986 no México. Em 2002 os alemães voltaram a ser finalistas, perdendo o caneco para o Brasil de Ronaldo Fenômeno: 2 a 0.

Passados mais 12 anos, a Alemanha voltou a ser finalista em 2014, quando fez 7 a 1 no Brasil na semifinal e derrotou a própria Argentina por 1 a 0 no Maracanã.

Com tantas coincidências, podemos cravar que, se a profecia se concretizar, tem Brasil na final da Copa do Mundo de 2018.

Publicidade

Abaixo as profecias dos 12 anos:

Brasil x Itália

Paolo Rossi bagunçou o Brasil em 1982 (Arquivo Fifa) Paolo Rossi bagunçou o Brasil em 1982 (Arquivo Fifa)

1934 – Itália campeã
1946 – Não houve Copa
1958 – Brasil campeão
1970 – Brasil campeão diante da Itália
1982 – Itália campeã
1994 – Brasil campeão e Itália vice
2006 – Itália campeã
2018 – Brasil campeão?

Publicidade

Alemanha x Argentina

Maradona não evitou o título alemão em 1990 (Arquivo Fifa) Maradona não evitou o título alemão em 1990 (Arquivo Fifa)

1930 – Argentina vice
1942 – Não houve Copa
1954 – Alemanha campeã
1966 – Alemanha vice
1978 – Argentina campeã
1990 – Alemanha campeã e Argentina vice
2002 – Alemanha vice
2014 – Alemanha campeã e Argentina vice

Leia também:

Publicidade

Jornal português crava o retorno de Mattheus, filho de Bebeto, ao Flamengo
Em noite de Thiago Neves, Cruzeiro volta ao topo do returno do Brasileirão
Mais que um jogo: Grêmio realiza sonho de torcedor com câncer em estágio terminal
#DateRuim: quando as coisas dão errado no esporte
Fred supera Zico na lista de artilheiros do Campeonato Brasileiro; Veja o Top 10