Publicidade

O ano era 2013. Lautaro Carrachino despontava no futebol amador argentino com números impressionantes quando chamou a atenção do San Lorenzo. Foi logo contratado e começou a integrar as categorias de base do time. Naquele ano o San Lorenzo era destaque no futebol continental. Tinha ganho a Copa Libertadores e chamava a atenção da mídia. O jovem promissor não ficou sem ser notado. Pelo estilo de jogo passou a ser chamado de “Novo Tevez”.

Lautaro Carrachino deixou o futebol (Foto: Reprodução TV)

Lautaro Carrachino não tinha o melhor do comportamento em campo. Nasceu em um bairro de periferia e a realidade do crime parecia rondá-lo. Os dirigentes tentavam blindar o jogador. Mas a tarefa era ingrata. Em um treino a Polícia apareceu no San Lorenzo para levar o jogador. Erea acusado de furto e assalto à mão armada.

Leia também

Messi pode deixar o Barcelona já em novembro. Entenda!
Robinho, Wesley, Dudu… relembre jogadores com histórico de violência contra a mulher

Publicidade

Apesar da visita policial seguiu no San Lorenzo até 2018, mas já sem o mesmo brilho de antes. A vida pessoal parecia prejudicar o desempenho em campo. Assim não foi levado aos profissionais e se transferiu para o rival Almagro. Já decadente, abandonou o futebol. Mas se dedicou a outra carreira.

Lautaro Carrachino passou a flertar com o crime

Lautaro Carrachino em ação no San Lorenzo. Mas essa fase durou pouco (Foto: AFA)

Sem a carreira de futebol para seguir, Lautaro Carrachino passou a conviver com o crime. A partir daí ganhou a mídia argentina mas não nas páginas esportivas e sim nas policiais. Começou a ser acusado de liderar o “La Banda de 15”, uma organização de tráfico de drogas. Uma das mais perigosas da Argentina.

Em janeiro desse ano teria tentado assaltar um edifício em Almagro. Um dos moradores reagiu e Lautaro Carrachino teria o matado. Assim passou a ser oficialmente um foragido da Polícia. Na madrugada de terça-feira, após uma ação policial nas periferias de Buenos Aires, Lautaro foi encontrado e detido. Vai responder por seus supostos crimes preso, esperando o julgamento.

Publicidade

Lautaro Carrachino dificilmente terá a oportunidade de retomar a sua carreira no futebol. Para muitos dificilmente escapará de uma prisão de longa data. Assim se transforma em mais um jovem que o futebol perdeu para o crime nas perifeiras da América do Sul.