Publicidade

A vitória magra reflete perfeitamente a dificuldade do Brasil contra a Venezuela, nesta sexta-feira, no Morumbi, pelas Eliminatórias. A Seleção encontrou problemas para criar. Tite reconheceu que a atuação ofensiva do Brasil não foi das melhores. Ele destacou que o time sofreu com falta de entrosamento também.

Tite, Brasil Tite analisa vitória do Brasil sobre a Venezuela | Foto: Reprodução CBF TV

“As triangulações acontecem com aquele sentido de entrosamento, de repetir. Mas acabaram acontecendo. O gol foi o taquinho de golfe que eu falo, do Paquetá. Na jogada de combinação, rodando, depois de receber do Richarlison. Infiltrando o Everton, lateral-esquerdo do lado contrário, juntamente com o Jesus, área cheia. Precisávamos, sim, do lance individual. No primeiro tempo afunilamos demais, não dava largura suficiente. E aí dificultava de ter essa jogada. Dificultar a marcação adversária numa jogada individual”, analisou Tite. Ele concedeu coletiva ao lado do filho e auxiliar Matheus Bachi.

LEIA MAIS! Brasil sofre ofensivamente, mas bate a Venezuela e continua 100%

Publicidade

Tite também destacou que a estratégia da Venezuela de congestionar a entrada da área complicou a vida da Seleção Brasileira.

LEIA MAIS! Vestiu bem? Éverton Ribeiro realiza sonho com a 10 do Brasil

“Sobre finalizações de média distância. Eles baixavam no 4-5-1, fecham com três volantes no centro. Ficou difícil de encontrar as finalizações. As que aconteceram foi quando o Pedro entrou. Fez pivô, o Firmino bateu e eu comemorei achando que tinha sido gol. Mas foram poucas oportunidades”, acrescentou o técnico do Brasil.

Tite fala sobre ausência de Neymar no Brasil

Publicidade

A Seleção teve de lidar com muitos problemas nesta convocação. Sete jogadores foram cortados. Entre eles, o principal craque do Brasil: Neymar, lesionado. Evidentemente, ele faz falta.

“Num lance individual ele faz o que ninguém imagina. Sentimos falta dele, é inevitável. Mas fomos campeões da Copa América sem ele”, declarou Tite.

Com 100% e na liderança nas Eliminatórias, o Brasil volta a campo na terça-feira. A Seleção vai enfrentar o Uruguai, no Estádio Centenário, às 20h (de Brasília).