Publicidade

Há dois anos no Fluminense, Paulo Henrique Ganso nunca conseguiu ser unanimidade. Além disso passou boa parte do tempo no banco de reservas. Muito pouco para quem chegou com status de estrela, vindo para ser ídolo. Entretanto o técnico Roger Machado parece ter encontrado a melhor posição para o jogador: o ataque.

Ganso comemora com Egídio seu gol contra o Macaé (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

Em 2020 Ganso se firmou como primeira opção no banco para o técnico Odair Hellmann. Entrando no segundo tempo, foi de grande ajuda ao Flu durante o Campeonato Brasileiro. Agora sob o comando de Roger Machado, parece trilhar o mesmo caminho, mas com uma novidade no posicionamento.

– Sempre busco esse posicionamento para o meu atleta que joga logo abaixo do camisa 9. Não é um meia articulador, é um meia-atacante. Hoje (terça), Ganso entrou como um meia-atacante. Isso significa que, por vezes, quando Ganso ou Nenê não estiverem articulando a jogada, eles precisam estar perto da área. É para que eles possam concluir quando a jogada for articulada por outro jogador – disse o trinador após a vitória do Flu sobre o Macaé, pelo Carioca.

Publicidade

LEIA MAIS! Fluminense vai poder usar David Braz na Libertadores

Ganso soma dois gols no Estadual

Ganso virou atacante com Roger Machado (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

Jogando em Volta Redonda, o Tricolor venceu por 4 a 0 e Ganso fechou a goleada. Foi seu segundo gol no torneio. Antes garantiu o triunfo de 1 a 0 sobre o Bangu.

– Teve um jogo no Estadual que usei o Ganso como “falso 9” pelas alternativas que tinha no momento. Mas foi, sobretudo, para a voltar a despertar nele o desejo de estar perto da área e poder fazer o que ele fez hoje, balançar as redes. As características dessa função demandam, na minha opinião, uma postura um pouco diferente desse jogador que atua com a 10. Sempre que possível, vou desejar usá-lo assim: ora articulando, ora dentro da área – completou Roger.

Publicidade

LEIA MAIS! Desfecho de Matheus Babi faz Fluminense voltar à estaca zero

Com a vitória, o Fluminense entrou no G-4 do Estadual e só depende de si para avançar às semifinais, restando três rodadas para o fim da fase classificatória.