Publicidade

Com a saída de Odair Hellmann, Marcão foi o escolhido para comandar o Fluminense na reta final do Campeonato Brasileiro. O ex-jogador foi apresentado pelo clube na manhã desta quarta-feira. Na coletiva no CT Carlos Castilho, Marcão declarou que pretende manter o estilo de jogo da equipe tricolor.

Marcão Fluminense Marcão vai comandar o Fluminense na reta final do Brasileiro | Foto: Lucas Merçon / Fluminense / Divulgação

Com a ida de Odair para o futebol árabe, a diretoria do Fluminense optou por uma solução caseira. Marcão faz parte da comissão técnica permanente e estava responsável pela equipe sub-23.

LEIA MAIS! Vontade do elenco pesou para Fluminense promover Marcão

Publicidade

– Pretendemos manter tudo de bom que o professor deixou. A equipe e o grupo têm uma maneira de jogar. Quem sentar aqui hoje tem de respeitar isso. Vamos manter o nível de dedicação, competição. Vamos competir, marcar forte – afirmou o novo treinador do Tricolor.

LEIA MAIS! Fluminense bancou Odair, mas dinheiro árabe falou mais alto

– O que puder contribuir da forma que o Marcão gosta de jogar, vamos tentar fazer. Vamos ver se o grupo recebe bem. Em princípio, vamos dar continuidade a um processo vencedor que está sendo no Brasileiro – completou.

Publicidade

LEIA MAIS! Reforço? Fluminense faz sondagem por Nico López

Esta não é a primeira vez que Marcão assume a equipe principal. Ele teve outras cinco oportunidades, sempre após a saída de um treinador, mas como interino. Sua última passagem foi no final de 2019, quando comandou o time em 17 partidas após a saída de Oswaldo de Oliveira.

Marcão deve aproveitar a base do Fluminense

Por sua estreita ligação com a base, Marcão projeta dar oportunidades aos jovens em seu trabalho.

Publicidade

– Até falei com os meninos sobre essa possibilidade do sub-23, capitaneado pelo Angioni. Precisamos muito da molecada que estava jogando. Odair teve oportunidade de jogar com Martinelli. Estava com minutagem, foi pro jogo, foi grande e se destacou. Isso faz parte do projeto sub-23. Que permaneça com isso e vira uma ponte para o profissional. Vai ser porta aberta. Conhecemos o trabalho dos meninos. Quando precisar, não vai ser problema pegar eles com minutagem e usar no time de cima – disse Marcão.

Perguntado sobre o aproveitamento de Paulo Henrique Ganso, reserva com Odair, Marcão se disse fã do jogador.

– O Paulo é um jogador que trabalhamos há muito tempo, tenho carinho especial por ele. É um grande jogador e todos sabem. Faz parte do grupo, se entender que é o momento dele de novo. Gosto do estilo do jogo dele. Nos ajudou muito no final do ano passado, foi comprometido com a instituição, o processo. Quando estiver dentro, vai ajudar. Contamos com ele nesse movimento – finalizou.

Publicidade

Marcão vai dirigir o Fluminense até o final do Campeonato Brasileiro.