Publicidade

O elenco do Fluminense foi um dos principais responsáveis pela decisão da diretoria do Fluminense de promover o treinador do time de aspirantes e auxiliar técnico Marcão para o cargo de treinador. Ele ocupará a vaga deixada pelo treinador Odair Hellmann, que aceitou proposta do exterior e deixou o Tricolor.

Mário Bittencourt manteve Marcão uma vez e não se arrependeu (Foto: Instagram)

Marcão tem um excelente relacionamento com todos do elenco, mas poucos treinadores conseguiriam ter um índice de aprovação tão grande. O eterno interino se dá muito bem com veteranos do plantel, como o meia Nenê e o atacante Fred. Além disso, por ter braços nas categorias de base, possui dos jovens grande respeito.

Marcão tem a seu favor também o fato de que o presidente Mário Bittencourt adora o seu trabalho. O mandatário chegou a romper com o vice-presidente geral Celso Barros porque este defendia a saída de Marcão no ano passado, quando o treinador foi efetivado e o time lutava contra o rebaixamento.

Marcão é ídolo da torcida

Marcão é ídolo até hoje no Fluminense (Foto: Fluminense)

Publicidade

Outro fator importante para a permanência de Marcão é a moral que ele tem com os torcedores tricolores. Ele foi ídolo nos tempos de jogador. Contratado em 1999, ajudou na conquista da Série C e permaneceu no clube até 2005. Ganhou duas vezes o Campeonato Carioca. Além disso disputou 397 jogos pelo Tricolor, anotando 22 gols. Assim conseguiu virar um grande ídolo da história recente do clube.

Leia também:

Chegou a vez! Daniel pode ganhar chance no Fluminense
Adeus! Fluminense oficializa saída de Odair Hellmann

Publicidade

Marcão vai estrear no próximo domingo, quando o Fluminense encara o Vasco em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), às 20h30(de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro. O Tricolor luta por uma vaga na Copa Libertadores.