Publicidade

A diretoria do Fluminense segue trabalhando no sentido de reforçar o elenco para a próxima temporada. A Copa Libertadores, na visão da diretoria, exige um plantel um pouuco mais experiente e acostumado a torneios continentais. Assim a ordem é olhar com grande carinho para o mercado sul-americano.

Mário Bittencourt trabalha de olho na Libertadores. Mas quer reforços (Foto: Instagram)

Apesar de ainda esperar a chegada do técnico Roger Machado, o presidente Mário Bittencourt deu ordem aos dirigentes para monitorarem de perto as opções no mercado dos países vizinhos. A ideia é não perder possíveis oportunidades.

LEIA MAIS! Vina ‘entrega’ acerto do lateral-direito Samuel Xavier com o Fluminense

Publicidade

O clube gostaria de contratar uma referência para o ataque de fora do país. Além disso olha opções para a zaga e para volante. Neste último caso a ideia é tentar repor uma possível saída de Hudson. O atleta avisou que vai ter que se reapresentar ao São Paulo, dono de seus direitos federativos. O Fluminense tenta a prorrogação do empréstimo.

Fluminense tenta manter nomes em sigilo

Os nomes que estão sendo monitorados pela diretoria vão ser mantidos em sigilo. O temor é que o interesse do Fluminense possa despertar a atenção de outros clubes brasileiros e inflacionar a negociação.

Como a pré-Libertadores começa no começo do março, o Fluminense tem muita pressa para tentar a contratação de reforços. Assim o técnico Roger Machado terá muito pouco tempo para preparar o plantel. Mas a expectativa é que o ano seja bom.

Publicidade

LEIA MAIS! Marcão valoriza elenco do Fluminense

O Fluminense se despede do Campeonato Brasileiro nesta quinta-feira, às 21h30(de Brasília), quando enfrenta o Fortaleza no Maracanã, no Rio de Janeiro. Os cearenses correm riscos desprezíveis de rebaixamento.