Publicidade

A oscilação tem cobrado um alto preço ao Fluminense. O Tricolor Carioca não consegue entrar no G-6 do Campeonato Brasileiro. Agora, mira uma arrancada na reta final para buscar uma vaga na Libertadores. De preferência, diretamente na fase de grupos. Para isso, precisa encontrar a regularidade.

O Fluminense vai para o sprint final pressionado e com algumas dúvidas. A maior delas é ofensiva. O time vem sofrendo para criar e fazer gols, especialmente quando se depara com rivais mais recuados.

Marcão Fluminense Marcão tenta levar o Fluminense ao G-6 | Foto: Lucas Merçon / Fluminense / Divulgação

Entretanto, não é apenas o sistema ofensivo que requer atenção. A retaguarda também precisa voltar aos melhores dias. O recorte dos dez últimos jogos pelo Campeonato Brasileiro mostra isso.

Relacionadas

Marcos Felipe Fluminense

Publicidade

O Fluminense não levou gol em apenas dois jogos dos últimos dez compromissos pelo Brasileirão. Além disso, o setor tem cometido alguns vacilos ao longo das partidas. Uma oscilação que também atrapalha.

MAIS! Yago segue como dúvida para encarar o Sport

O técnico Marcão promoveu mudanças no setor. Marlon assumiu a “problemática” lateral esquerda, posição que tirou o sono da torcida tricolor. Na zaga, David Braz agarrou as oportunidades e tem sido titular.

Publicidade

MAIS! Sport vira duelo estratégico para o Fluminense no Brasileirão

O Fluminense teve a semana livre para buscar ajustes e melhorar o desempenho ofensivo e defensivo. Agora, o Tricolor vai atrás da recuperação no Brasileiro. Neste sábado, o Flu recebe o Sport, às 21h (horário de Brasília), no Maracanã.

Comentários