Publicidade

O Fluminense já levantou a cabeça e está com a confiança em dia para a final do Campeonato Carioca, contra o Flamengo, neste sábado, no Maracanã. A derrota para o Junior Barranquilla, pela Libertadores, não abalou o ânimo tricolor para a decisão do Estadual.

O primeiro jogo da decisão no último sábado ficou marcado pelo clima quente dentro e fora do campo, como normalmente acontece numa disputa entre rivais da cidade.

Marcos Felipe Fluminense Marcos Felipe destaca foco do Fluminense na final | Foto: Lucas Merçon / Fluminense / Divulgação

– A gente sabe que rivalidade entre clubes grandes é assim. A vontade de vencer é grande. Temos de jogar contra tudo e contra todos. Usamos isso como motivação para ir além das limitações e do que podemos demonstrar. Procuramos fazer isso o tempo todo para mostrar que o Fluminense é grande, tem de disputar títulos e tem capacidade para isso. É isso que vamos tentar mostrar no sábado – afirmou o goleiro Marcos Felipe, em entrevista coletiva na Flu TV, nesta quinta-feira.

Relacionadas

Gerson Flamengo
Fla-Flu em dia de casa cheia, mas sem gols - Reprodução

Fluminense precisa acertar a defesa

Publicidade

O revés em casa diante da equipe colombiana expôs mais uma vez uma fragilidade do Tricolor na temporada. A equipe de Roger Machado sofreu gols em todos os últimos nove jogos.

– Sendo bem sincero, a gente tem de se adaptar a todas as situações, saber o que precisa melhorar. Ficamos chateados de tomar gols em todos os jogos. Temos de rever o que precisa melhorar para minimizar isso. O Fluminense é grande, tem de impor jogo, não sofrer tanto e tantos gols. Temos de rever o que tem acontecido para melhorar essa estatística – disse o arqueiro.

O Fluminense chega para a final do Carioca com a cabeça dividida com a Libertadores. A derrota em casa tirou a liderança do grupo D e ameaça até a classificação para as oitavas de final. Na próxima terça-feira, o Tricolor visitará o River Plate, em Buenos Aires, pela última rodada da fase de grupos.

Publicidade

Com Flu, River e Junior com chances de classificação, só uma vitória na Argentina garantirá o Tricolor nas oitavas da competição continental, sem depender de outros resultados. Em caso de empate ou derrota, a vaga dependerá do resultado da partida entre Junior e o eliminado Independiente Santa Fe, na Colômbia.

Comentários