Publicidade

Com pouco dinheiro em caixa, o Fluminense não fará grandes contratações para 2021. Investir na compra de jogadores não está na pauta da diretoria, mas buscar reforços por empréstimo é uma alternativa. E dois nomes surgem como possibilidades por não estarem nos planos de seus clubes, são eles os colombianos Miguel Borja e Yony González.

Borja cresceu na hora certa para ir ao Mundial (Foto: Arquivo Fifa) Borja na seleção da Colômbia (Foto: Arquivo Fifa)

Segundo informação do jornalista Jorge Nicola, Borja, que pertence ao Palmeiras, está na mira. O atacante retornou ao Verdão após temporada no Junior de Barranquilla, mas não ficará no clube. Embora o clube paulista prefira negociar o jogador em definitivo, a diretoria tentará convencê-los a emprestá-lo.

Outro nome disponível no mercado é o de um velho conhecido da torcida tricolor. Yony González passou com destaque pelo Fluminense em 2019, antes de se transferir para o Benfica. O clube português, entretanto, o emprestou ao Los Angeles Galaxy, da liga norte-americana.

Yony González (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Publicidade

Yony, contudo, não conseguiu repetir na MLS as boas atuações que teve no Flu, e vai retornar ao Benfica. Fora dos planos de Jorge Jesus, um novo empréstimo está no seu futuro, segundo o jornal português “A Bola”.

Leia também:

Fluminense investirá ainda menos no elenco em 2021

Publicidade

Zaga preocupa Marcão para sequência difícil do Flu