Publicidade

Considerado favorito do futebol brasileiro em 2020, o Flamengo viu tudo mudar com a pandemia e também a saída de Jorge Jesus. O Rubro-Negro oscilou, amargou eliminações na Copa do Brasil e na Libertadores e só reagiu na reta final do Campeonato Brasileiro. Em entrevista ao canal “TNT Sports”, o volante Willian Arão afirmou que as trocas de treinador tiveram grande influência na temporada do Flamengo.

Willian Arão Flamengo

Willian Arão foi recuado para a zaga com Ceni | Reprodução ge

“É difícil quando se tem um time encaixado e depois vem um treinador que muda completamente a maneira de enxergar o jogo. Do Jesus para o Dome era uma maneira totalmente diferente. Então, a gente perdeu muita coisa que o Jorge Jesus tinha deixado para nós de ensinamento. Depois, veio o Rogério com uma metodologia similar a dele. A gente tentou recuperar, mas é natural a oscilação também, porque nunca vai ser igual. E, nem por conta disso, a gente vai deixar de ganhar”, disse Arão.

LEIA MAIS! Flamengo admite que está perto de acertar retorno de Rafinha: ‘Questões avançadas’

Publicidade

“São pessoas diferentes, treinadores diferentes e com estilos diferentes. Futebol nada mais é que repetição. E quando mais você repete e faz aquilo, você se habitua e corrige os erros. Quando se tem uma troca, mudam-se os treinamentos, a rotina, o esquema, os jogadores, a função. O jogador tem que saber se habituar a essas mudanças e responder. Então, essa oscilação é normal e natural”, completou.

Willian Arão destaca foco do Flamengo para ganhar

Rogério Ceni demorou, mas o time vem finalmente recuperando o bom futebol. Vice-líder do Campeonato e brigando pelo título, o Flamengo só depende de si para ser campeão. Para Arão, o trabalho de Ceni merece elogios.

LEIA MAIS! Flamengo no mercado! Braz nega interesse em joia colombiana

Publicidade

“Eu vejo um estilo de trabalho muito bom. Tem pensamentos claros da maneira que ele quer jogar e entende o futebol. Cada um tem seu estilo de treino, uns usam mais curtos, uns usam mais longos, outros preferem mais elaborados. Ele tem essa mistura, que eu acho que é boa. E, como eu disse, nós estamos no Flamengo. Eu passei por tanta coisa nesse clube, que quase nada mais me surpreende. Então, que deixem falar. Estamos focados em ganhar”, finalizou.