Publicidade

O Flamengo veste uniformes da gigante Adidas desde 2013 e conversas por um novo contrato já começaram. Mas o negócio ainda está longe de ser sacramentado. Primeiro porque o atual vínculo só termina no final do ano que vem, então ainda há bastante tempo. Segundo, porque o Rubro-Negro vai querer uma valorização significativa pela projeção e os resultados dos últimos anos.

O Flamengo de Rodolfo Landim quer valorização da marca com a Adidas (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O clube de maior torcida do continente se tornou também a principal potência financeira do futebol sul-americano. Assim, os dirigentes rubro-negros estão de olho no que a empresa alemã irá fechar com o River Plate, da Argentina. Isso porque os Hermanos, que vestem Adidas há 40 anos, também estão em vias de renovar seu contrato.

Leia também

Sonho do tri e preparação para a final da Libertadores: a estratégia do Flamengo no Brasileiro

Publicidade

Nova carga! Flamengo reabre venda de ingressos para a final da Libertadores

Informações de bastidores são de que River e Adidas devem acertar por quase 10 milhões de dólares anuais fixos, além de bonificações por títulos e vendas. Isso representa mais de 50 milhões de Reais no câmbio atual e mais de 300 milhões em seis anos de contrato.

Este valor é bem superior aos 30 milhões anuais que o Flamengo recebe hoje. Então, pode-se esperar que a diretoria do Flamengo vá endurecer se a Adidas não estiver disposta a pagar no mínimo algo semelhante ao que pagar ao River. Fontes ligadas ao clube dão a indicação de que o caminha a seguir será esse.

Relacionadas

Renato Gaúcho Flamengo
Lucca Fluminense x Sport

Publicidade

A Adidas é a segunda maior fornecedora de material esportivo para o futebol europeu, com números bem próximos da líder Nike. Entre os principais clubes com contrato com a marca alemã estão Real Madrid-ESP, Manchester United-ING e Juventus_ITA. No Brasil, São Paulo, Inter e Cruzeiro também vestem Adidas.

Comentários