Flamengo

O que o Flamengo precisa melhorar para a final do Carioca?

Flamengo esbarrou na forte marcação do Flu (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

O Flamengo parou na forte marcação do Fluminense na final da Taça Rio, nesta quarta-feira, no Maracanã. Com um empate em 1 a 1 no tempo normal, a decisão foi para os pênaltis e o Flu levou. E agora, o que o Flamengo precisa melhorar para conquistar o Carioca?

Flamengo esbarrou na forte marcação do Flu (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

Infelizmente, cada vez menos se vê análises ponderadas e imparciais na mídia esportiva. Nesta quinta, pode-se ouvir todos os tipos de críticas à atuação do Flamengo: Vergonha, Soberba, Jesus é mascarado, Odair deu nó tático, time indolente, e por aí vai. Mas será que foi essa desgraça toda mesmo?

Verdade seja dita, em nenhum dos três jogos disputados após o retorno do futebol, o Flamengo foi o mesmo de antes. A intensidade não foi a mesma, o foco, a pontaria, não foi. Contra Bangu e Volta Redonda, o time pareceu que disputava um jogo-treino. Autossuficiente e jogando para o gasto.

O time mostrou alguns lampejos, mas os adversários eram muito fracos. Veio o Flu e a postura tinha que ser diferente.

Leia também:

‘Vamos atrás desse título,’ garante Marcos Braz no Maracanã

Jorge Jesus lamenta derrota, mas vê Flamengo superior

Não dá pra ser surpreendido por Odair Hellmann. Jorge Jesus enfrentou Odair quatro vezes desde que assumiu o Flamengo, uma pelo Brasileiro, duas na Libertadores, quando ele era técnico do Inter, e uma na Taça Guanabara, já com o Flu. Em todas elas, ele tentou superar o Rubro-Negro da mesma forma: postura defensiva, muita marcação em seu campo e rapidez nos contra-ataques.

Com a bola rolando, Odair tem duas derrotas e dois empates contra Jorge Jesus.

E o que foi diferente nesta quarta?

Ainda abaixo fisicamente por ter retornado mais tarde aos treinos, o Flu jogou por uma bola. No primeiro tempo, enquanto teve pernas foi implacável na marcação.

Quando o Flamengo atacava, o Tricolor chegava a manter seus onze jogadores no seu campo. Às vezes até da intermediária para trás. Conseguiu algumas arrancadas e em uma delas fez o gol. Daí em diante, e especialmente no segundo tempo, o jogo virou um ataque contra defesa.

O Flamengo voltou mais acordado para o segundo tempo e Michael e Pedro entraram muito bem. O empate saiu e o time criou várias chances para virar o jogo, mas a bola não entrou. Se tivesse, estariam hoje dizendo como o Flamengo é imbatível e que vai ganhar tudo esse ano.

Enfim, como o próprio Mister afirmou após o jogo, não vai mudar nada na preparação da equipe. Fora algum problema médico, posso apostar que a escalação será a mesma no próximo domingo. No Flu, Odair pode até mudar uma peça ou outra, mas a ideia do jogo também será a mesma.

Então o que fazer para vencer?

Colocar a faca nos dentes e entrar em campo mais pilhado, não tem outro jeito. Intensidade e muita variação são a única solução para superar uma equipe que se propõe a jogar desta forma.

Com Jorge Jesus, o Flamengo acumula 41 vitórias, 10 empates e só 4 derrotas. Esses números não foram alcançados por acaso, e atualmente, no Brasil, nenhum time entra pra jogar de igual para igual.

A decisão do Campeonato Carioca será disputada em duas partidas. A primeira está marcada para às 16 horas deste domingo. E a finalíssima para quarta-feira, às 21h30. Os dois jogos serão no Maracanã.

Você Também pode gostar