Publicidade

Com a vaga para as oitavas de final garantida, o Flamengo, agora, vai em busca de mais um objetivo: o título estadual. Um dia depois do empate com a LDU, no Maracanã, o elenco rubro-negro se reapresentou, nesta quinta-feira, e iniciou os trabalhos para a final contra o Fluminense, sábado, no Maracanã.

A partida que decidirá o título estadual será neste sábado, às 21h05, no Maracanã. Após o empate em 1 a 1 no primeiro jogo, as duas equipes chegam em pé de igualdade para o confronto.

Bruno Henrique Flamengo Bruno Henrique acelera de olho na final do Carioca | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

O Flamengo deverá contar com sua força máxima para a decisão, inclusive o zagueiro Rodrigo Caio, poupado contra a LDU. A grande dúvida, entretanto, é quanto à presença do goleiro Diego Alves, que ainda não entrou em campo após sentir uma fibrose no músculo da coxa direita.

Relacionadas

Rogério Ceni Flamengo
Fla-Flu em dia de casa cheia, mas sem gols - Reprodução

Publicidade

A situação do Rubro-Negro é mais tranquila do que a do Tricolor. Enquanto o Flamengo está nas oitavas da Liberta, o Flu está ameaçado de eliminação. Além disso, a equipe de Rogério Ceni só entrará em campo na quinta-feira seguinte, quando receberá o Vélez Sarsfield-ARG, também classificado, no duelo que definirá o primeiro colocado do grupo.

Torcida do Flamengo na bronca com Ceni

Já o Fluminense jogará na terça-feira contra o River Plate, em Buenos Aires, precisando de um resultado favorável. Mas tudo isso só aumenta a pressão sobre o técnico Rogério Ceni, que não anda bem com o torcedor. As escolhas do treinador para a partida contra os equatorianos fizeram com que o que poderia ter sido uma vitória tranquila, se tornasse um empate no sufoco com gol salvador aos 42 do segundo tempo.

O título estadual, portanto, virou obrigação aos olhos da torcida e uma derrota não será bem digerida. Ceni convive ainda com a sombra de Renato Gaúcho, que está livre no mercado e é um sonho antigo de muitos no clube.

Comentários