Publicidade

O sistema defensivo voltou a dar dor de cabeça no Flamengo. O time sofreu sete gols nos últimos três jogos. Um momento de preocupação justamente às vésperas da estreia na Libertadores, terça-feira, contra o Vélez Sarsfield, na Argentina. Para piorar o cenário, ainda há um desfalque de peso e uma dúvida sobre a dupla de zaga titular.

Rogério Ceni Flamengo Rogério Ceni tem problema a resolver | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

Rodrigo Caio está suspenso e não vai enfrentar o Vélez. Além disso, ele sofreu um desconforto no empate com a Portuguesa, neste sábado, pelo Carioca, e foi substituído no intervalo. O técnico Rogério Ceni ainda não definiu quem será o companheiro de zaga de Willian Arão na Argentina. Contra o Vasco, o técnico escalou Bruno Viana ao lado de Arão. Neste sábado, ele testou Gustavo Henrique como titular ao lado de Rodrigo Caio.

MAIS! Altitude, catimba, pressão… os maiores desafios do Flamengo na fase de grupos da Libertadores

Publicidade

“No decorrer da temporada é impossível você definir (a dupla de zaga) porque são muitos jogos, mas estamos estudando. Hoje (sábado) teve o Gustavo, no jogo passado o Bruno Viana jogou. Rodrigo infelizmente está fora, independentemente do que aconteceu hoje, ele não poderia jogar terça-feira. Por isso fizemos a experiência com um em cada jogo para tomar a decisão na segunda-feira e ter uma noção do que a gente vai colocar em campo”, declarou Rogério Ceni.

MAIS! Renê diz que resultados ruins não abalam a confiança do Flamengo para a Libertadores

Bruno Viana e Gustavo Henrique, porém, oscilaram nos últimos jogos. O primeiro não cortou o cruzamento que originou o gol de Léo Matos no clássico e também foi envolvido no lance em que Cano marcou. Já Gustavo Henrique foi superado em alguns lances contra a Portuguesa.

Zaga é problema antigo no Flamengo

Publicidade

O sistema defensivo foi o principal problema do Flamengo na temporada passada, que teve Rodrigo Caio como peça incontestável. Nomes como Léo Pereira, Gustavo Henrique, Thuler e Natan, negociado com o Bragantino, foram utilizados e alternaram na posição de titular. Rogério Ceni, então, recuou Willian Arão para a zaga, também para melhorar a saída de bola.

LEIA MAIS! Técnico do Vélez elogia o Flamengo: ‘Um dos melhores do continente’

Além do problema para definir a dupla de zaga titular para a estreia na Libertadores, o sistema defensivo do Flamengo voltou a ficar em xeque. Contra o Palmeiras, pela Supercopa, com Arão e Rodrigo Caio como titulares, o time levou dois gols. No clássico com Vasco, a dupla foi Arão e Bruno Viana. O Rubro-Negro foi vazado três vezes. Contra a Portuguesa, os dois gols sofridos foram com Rodrigo Caio e Gustavo Henrique como titulares.