Publicidade

A caminhada do Flamengo na Libertadores começa nesta terça-feira. De cara, o Vélez Sarsfield, na Argentina, em um dos principais desafios que o clube carioca terá pela frente. O Fla tem status de que vai brigar pelo título, mas a fase de grupos já reserva perigos.

LEIA MAIS! A lista de inscritos do Flamengo para disputar a Libertadores

Além de afastar dúvidas sobre alguns aspectos do time, o Flamengo precisa estar bem atento para superar armadilhas já conhecidas na Libertadores. E também tem risco de lei do ex.

Desafios do Flamengo na fase de grupos da Libertadores

Lidar com a pressão

Publicidade

A sequência de títulos e o elenco recheado de feras apontam o Flamengo como um dos favoritos ao título da Libertadores. O clube carioca vai precisar lidar com a pressão de justificar tal status.

Flamengo Flamengo, de Filipe Luís, tem pressão a mais (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Sistema defensivo em foco

O Flamengo tomou cinco gols nos últimos dois jogos com time principal (dois na final da Supercopa, contra o Palmeiras, e três para o Vasco). Rodrigo Caio, suspenso, não enfrenta o Vélez. Rogério Ceni tem mantido Willian Arão na zaga. A ofensividade do time cobra um preço. O Fla se expõe aos contra-ataques.

Rogério Ceni Flamengo Rogério Ceni aposta em Arão na zaga | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

Força física/intensidade

Contra o Palmeiras, em que se pontue o horário do jogo, o Flamengo caiu de produção na reta final e não demonstrou a mesma intensidade, principalmente no meio de campo.

Diego Flamengo Diego tem se desdobrado em campo (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Maratona de jogos

Publicidade

É uma questão que influencia e dificulta a manutenção do ritmo em campo. A fase de grupos da Libertadores será disputada sem “refresco”, a cada semana, daqui até 27 de maio. O Fla vai precisar lidar com viagens e os demais jogos do calendário.

Flamengo vai precisar de pernas (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Soluções ofensivas

O Flamengo procura ser mais eficiente no ataque e também precisa de mais soluções. Arrascaeta é peça fundamental do time. Éverton Ribeiro continua abaixo do que pode render. Ceni tem de azeitar a máquina.

Rogério Ceni Flamengo Libertadores Rogério Ceni busca repertório no Flamengo | Foto: Marcelo Cortes / Flamengo / Divulgação

Altitude

É sempre um adversário a mais e de peso na Libertadores. A LDU sabe explorar bem a altitude de Quito. Na campanha do título de 2019, o Flamengo enfrentou o rival equatoriano na fase de grupos e perdeu fora de casa.

LDU Flamengo Libertadores Em 2019, Flamengo perdeu na altitude | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

Experiência (catimba) argentina

Publicidade

Os hermanos sabem como jogar a Libertadores. Muita das vezes, tiram o rival do sério, levam a partida como querem. É preciso ficar atento ao que muitos denominam como catimba.

Flamengo vai precisar ter controle emocional | Foto: Marcelo Cortes / Flamengo / Divulgação

Olho no Vélez

Além do “tempero” argentino, o Flamengo vai enfrentar o primeiro colocado do Grupo 2 da Copa da Liga Argentina. O Vélez lidera com 22 pontos. Em dez jogos, venceu sete, empatou um e perdeu dois. O time tem peças interessantes, como o meia-atacante Thiago Almada, de 19 anos. O atacante Centurión conhece o futebol brasileiro – defendeu o São Paulo.

Vélez Sarsfield Vélez está em alta no futebol argentino | Foto: Vélez Sarsfield / Divulgação

Cuidado com lei do ex

O Flamengo vai rever dois jogadores que defenderam o clube. O meia Mancuello está no Vélez. O argentino foi rubro-negro em 2016 e 2017. Contra a LDU, o reencontro será com colombiano Borja, que atuou pelo time carioca em 2010.

Mancuello Vélez Mancuello vai reencontrar o Flamengo | Foto: Vélez Sarsfield / Divulgação

O ‘azarão’ conta com Valdivia

Publicidade

O Unión La Calera é considerado o azarão do grupo. O Flamengo vai precisar confirmar o favoritismo contra os chilenos e vai enfrentar um velho conhecido do futebol brasileiro: Valdivia. Aos 37 anos, o meia tenta liderar o time.

Valdivia é a estrela do atual time do La Calera, vice-campeão chileno (Foto: Imago)