Publicidade

Você sabia que o jogo entre a Seleção Brasileira e os russos, que se repetirá nesta sexta-feira em um amistoso em Moscou, tem muita história. Relembre os dez momentos mais importantes do duelo Brasil x Rússia pela memória do MQJ.

Na nossa seleção de lances tem confrontos com a União Soviética, que tinha a Rússia como integrante antes da década de 90. Viaje conosco nestas lembranças:

PELÉ E GARRINCHA JUNTOS PELA PRIMEIRA VEZ

A União Soviética viu Pelé e Garrincha juntos pela primeira vez (Arquivo Fifa) A União Soviética viu Pelé e Garrincha juntos pela primeira vez (Arquivo Fifa)

Publicidade

A União Soviética foi a primeira equipe a cruzar o caminho do Brasil com Pelé e Garrincha juntos. A dupla atuou em conjunto diante dos soviéticos, de forma inédita, na Copa do Mundo de 1958, na Suécia. Atá aquele jogo o tima brasileiro não vinha tão bem, mas com um show dos dois gênios ganhou e arrancou para a conquista do caneco. O triunfo por 2 a 0 teve dois gols do artilheiro Vavá.

O MARACANAZO

A derrota do Brasil foi histórica em 1980 (Arquivo Fifa) A derrota do Brasil foi histórica em 1980 (Arquivo Fifa)

Em junho de 1980 a União Soviética veio fazer uma excurssão ao Brasil e enfrentou os canarinhos no Maracanã em amistoso. O time liderado por Zico abriu o placar com Nunes. Porém, permitiu a virada em um amistoso que até hoje é lembrado pela imprensa do Leste Europeu.

Publicidade

O PERU DO VALDIR

Valdir Peres engoliu um frangaço (Reprodução Youtube) Valdir Peres engoliu um frangaço (Reprodução Youtube)

O Brasil iniciou a sua trajetória na Copa de 1982, na Espanha, enfrentando a União Soviética. Mas sofreu um susto no primeiro tempo. Andrey Bal chutou de fora da área e o goleiro Valdir Peres engoliu um frango histórico.

O REMÉDIO DO DOUTOR

O Doutor fez um golaço contra os soviéticos (Reprodução Youtube) O Doutor fez um golaço contra os soviéticos (Reprodução Youtube)

Publicidade

Porém, naquele mesmo jogo o Brasil reagiu e empatou na segunda etapa. O Doutor Sócrates deu um chute de fora da área, após bela jogada individual, e fez a bola entrar no ângulo direito.

O CORTA-LUZ DO FALCÃO

Éder só comemorou graças ao corta-luz de Falcão (Arquivo Fifa) Éder só comemorou graças ao corta-luz de Falcão (Arquivo Fifa)                                       

Ainda na estreia na Copa do Mundo de 1982 também proporcionou um momento histórico. A virada brasileira foi graças a um gol de Éder. Porém, ujm lance marcou aquela jogada. Quando Paulo Isidoro rolou para Falcão, todos pensaram que o craque do Inter iria dominar. Mas percebendo a entrada de Éder, ele fez o corta-luz com uma classe fora do comum e permitiu o chute certeiro do ponta-esquerda.

Publicidade

Leia também:

Os gringos do Botafogo na década
Real Madrid toca ‘Operação Neymar’ e quer contratar o craque antes da Copa
Messi chega à marca de 100 gols na Champions League
Barcelona enfim tira Neymar de publicidade
Você lembra quais foram os capitães do Brasil em todas as Copas do Mundo?
Stephen Hawking no futebol: teoria do pênalti perfeito e trollada em Luis Suárez
Dez jogadores que quase mataram do coração seus torcedores

A PRATA AMARGA

A URSS bateu o Brasil na decisão olímpica de 1988 (Arquivo Fifa) A URSS bateu o Brasil na decisão olímpica de 1988 (Reprodução Youtube)

Publicidade

Na decisão dos Jogos Olímpicos de 1988, a Seleção Brasileira tinha grandes nomes, como Taffarel e Romário. O time saiu na frente da União Soviética, mas acabou levando a virada e perdendo por 2 a 1. O gol de Yuriy Savichev, no segundo tempo, encobrindo o goleiro, foi uma pintura, que teve gosto de prata para os canarinhos.

O INÍCIO DO TETRA

Romário abriu caminho para o tetra (Arquivo Fifa) Romário abriu caminho para o tetra (Arquivo Fifa)

O primeiro gol do Brasil na Copa de 1994, que abriu caminho para a conquista do tetra nos Estados Unidos, aconteceu diante da Rússia, logo na estreia. No triunfo de 2 a 0, Bebeto cobrou, aos 26 minutos do primeiro tempo, escanteio e Romário escorou para o fundo da rede. Era o começo de uma histórica jornada.

Publicidade

IMPEDINDO A PLACA

Rivaldo quase fez um gol de placa (Reprodução Youtube) Rivaldo quase fez um gol de placa (Reprodução Youtube)

O goleiro Novossadov impediu que Rivaldo marcasse um gol de placar no amistoso contra a Rússia, em Fortaleza (CE), em 1998. Os canarinhos já ganhavam por 2 a 0 no primeiro tempo, quando o apoiador pegou a bola na intermediária, driblou quatro zagueiros e quando ia tirar o goleiro da jogada foi derrubado. O próprio meia converteu a penalidade.

CASTIGADO

O goleiro russo pagou caro (Reprodução Youtube) O goleiro russo pagou caro (Reprodução Youtube)

Publicidade

Mas Novossadov iria no mesmo jogo pagar um preço muito caro por ter evitado um gol de placar. No segundo tempo Marcos Assumpção cobrou falta da entrada da área e o arqueiro engoliu um verdadeiro peru, com a bola passando por debaixo de suas pernas.

O ÚLTIMO ENCONTRO

Brasil e Rússia empataram por 1 a 1 (Arquivo Fifa) Brasil e Rússia empataram por 1 a 1 (Arquivo Fifa)

As duas equipes disputaram um amistoso na Inglaterra, em 2013, no último duelo entre elas. O 1 a 1 mostrou justiça a um futebol sem grande eficiência. Os russos abriram o placar, mas o artilheiro Fred garantiu a igualdade no fim do jogo.