Botafogo

Ministério Público pede penhora e intervenção judicial no Botafogo

Botafogo reduziu o quadro de funcionários (Foto: Divulgação)

O Botafogo tem convivido com problemas financeiros e a pandemia de coronavírus agravou a situação do clube. Para piorar, o Ministério Público do Trabalho entrou com um pedido de penhora e de intervenção judicial.

Botafogo vem lutando contra as dificuldade financeiras (Foto: Divulgação)

Segundo o pedido, o MPT pede que mais de R$ 2,5 milhões sejam bloqueados das contas do Botafogo para pagamento de funcionários e jogadores do clube carioca. O pedido foi feito pela procuradora Viviann Brito Mattos e o caso corre na 11ª Vara do Trabalho do Rio do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1).

O processo do MPT vem desde 2013, quando o Botafogo foi condenado a uma série de obrigações por descumprimento no atraso do salário.

A diretoria do Botafogo vem buscando sanear as finanças do clube para iniciar o processo da S.A.. A expectativa é a de que, com a injeção de investimentos, os alvinegros possam crescer esportivamente, além de diminuir as dívidas.

Leia também:

Ferj entra na Justiça contra Botafogo e Fluminense

Leandrinho pode repetir destino de outras joias do Botafogo

Atualmente, o Botafogo deve os salários de abril, maio e junho. Durante a pandemia, a diretoria alvinegra não reduziu os salários do elenco, mas demitiu parte dos funcionários.

Você Também pode gostar