Publicidade

Bastou o primeiro dia de trabalho do técnico Ramón Díaz e da sua comissão técnica para que o clima no Botafogo mudasse. Diretoria e jogadores estão convencidos de que o treinador foi a melhor solução para o atual momento a fim de dar uma mexida no elenco.

Jorge Pidal é o novo preparador físico do Botafogo (Foto: Gabriel Baron/Botafogo)

Como vai se submeter a uma cirurgia, Ramón Díaz vai voltar para a Argentina ainda esta semana. Assim o time saerá dirigido pelo seu filho e auxiliar, Emiliano Díaz, na partida da próxima segunda-feira, às 20h(de Brasília), contra o Bragantino pelo Campeonato Brasileiro. Os times se enfrentam no Estádio Nilton Santos. O filho de Díaz comandou a atividade no primeiro dia de trabalhos. Além disso o elenco ficou parte do tempo sob o comando do preparador físico Jorge Pidal, que substituiu Felippe Capella.

Leia também:

Publicidade

Problema! Guilherme Santos revela lesão grave
Botafogo apresenta Ramón Díaz: ‘Clube mais tradicional do Brasil’

No treino os dirigentes observaram uma intensidade não vista no trabalho das últimas comissões técnicas. O trabalho do preparador físico chamou também muita atenção. Os jogadores também perceberam a mudança e pareciam mais confiantes nas atividades.

Ramón Díaz vai mexer com o elenco

Emiliano Díaz conversou com Honda (Foto: Gabriel Baron/Botafogo)

Outro fator que impressionou os dirigentes foi a forma como Ramón Díaz se dirigiu aos jogadores. Com firmeza. Além disso o treinador deixou claro que não vai aceitar a permanência na zona de rebaixamento.

Publicidade

– O Botafogo não pode estar nesta situação. É o clube mais tradicional do Brasil e está apostando em grandes jogadores. Portanto precisa melhorar rapidamente. Assim temos que lutar por isso – bradou Ramón Díaz ao elenco.

A falta de confiança do elenco em alguns jogos era algo que incomodava a diretoria. Existe o sentimento de que isso dificilmente vai acontecer com Ramón Díaz no comando. Além disso Ramón já mostrou conhecer muito de tática. Assim a expectativa é muito grande.