Publicidade

O Botafogo tem problemas de falta de intensidade e de ausência de velocidade na temporada. Para muitos foram fatores decisivos para as eliminações precoces no Campeonato Carioca e na Copa do Brasil. Além disso o Botafogo repetiu essa deficiência no empate por 1 a 1 com o Vila Nova, na estreia na Copa do Brasil. Assim o clube está no mercado em busca de atacantes velozes para corrigir o problema.

A diretoria do Botafogo está ativa no mercado neste sentido, pressionados pela Série B. Os resultados da primeira rodada, com as derrotas de Vasco, Cruzeiro e Ponte Preta para equipes de menor expressão, só reforçaram a necessidade de qualificar o elenco.

Diego Gonçalves na chegada ao Mirassol (Foto: Divulgação Mirassol)

O Alvinegro só tem o Brasileiro para disputar no restante de 2021. Além disso a Série A no ano que vem vai ser fundamental para os planos de reestruturação do clube.

Publicidade

MAIS! ‘Empatite’! Velho problema assusta o Botafogo

Uma das posições mais buscadas é a de um atacante de velocidade que atue pelos lados do campo. O Botafogo avalia dois nomes, Bruno Rodrigues, do São Paulo, e Diego Gonçalves, que disputou o Paulistão pelo Mirassol.

Diego está mais perto do acerto. O jogador de 26 anos tem passagem pelo Figueirense em 2020, antes de atuar pelo Mirassol, onde marcou três gols em 14 partidas no Estadual.

Bruno Rodrigues pode reforçar o Botafogo (Foto: São Paulo/Divulgação)

Publicidade

Bruno Rodrigues possui situação mais complicada. O atleta de 24 anos tem seus direitos ligados ao Tombense-MG e está no São Paulo por empréstimo, mas não está sendo pouco aproveitado. O Botafogo, então, tenta convencer as partes a cederem o jogador até o fim do ano.

Relacionadas

Chamusca Botafogo

Bruno Rodrigues foi um dos destaques da Ponte Preta na Série B de 2020.

Comentários