Publicidade

Dois gigantes do futebol do Brasil em meio a uma crise e precisando da vitória. Este é o retrato do encontro entre Botafogo e Cruzeiro. Os dois duelam neste sábado, às 16h30 (de Brasília), no Nilton Santos. As duas equipes necessitam da vitória na Série B do Campeonato Brasileiro.

O confronto é crucial para a permanência do técnico Marcelo Chamusca. Um tropeço em casa deve decretar a demissão do comandante alvinegro.

Chamusca Botafogo Chamusca conta com o bom rendimento do Botafogo em casa (Foto: Vitor Silva / Botafogo)

Só que Chamusca tem várias dúvidas para a partida. Os volantes Luís Oyama e Barreto sentiram e viraram dúvidas. Além deles, Chay e Ronald dificilmente vão a campo por conta de problemas físicos.

Cruzeiro precisa vencer. Mas tem problemas

Publicidade

Chamusca também deve mexer no gol. O jovem Diego Loureiro pode ganhar a vaga do criticado Douglas Borges.

Relacionadas

Oyama Botafogo

Do outro lado, o Cruzeiro está pressionado pela campanha ruim na Série B. Com 10 pontos, os mineiros estão três acima da zona de rebaixamento. Além disso estão apenas dois atrás do Botafogo. Assim ganhar é fundamental. Mas não vai ser fácil.

MAIS! Chamusca cai em caso de derrota

Publicidade

Para esta partida, o técnico Mozart não terá os volantes Romulo e Matheus Barbosa. Entretanto a boa notícia é o retorno do lateral direito Raúl Cáceres.

Os visitantes devem ter mudanças no ataque. Mozart tem criticado as fracas atuações do setor ofensivo. Assim vai mexer no time.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO X CRUZEIRO

Publicidade

Local: estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 10 de julho de 2021, sábado
Hora: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR) e Joao Fabio Machado Brischiliari (PR)

BOTAFOGO: Diego Loureiro, Daniel Borges, Gilvan, Kanu e Guilherme Santos; Matheus Frizzo, Pedro Castro, Marco Antônio e Felipe Ferreira; Diego Gonçalves e Rafael Navarro
Técnico: Marcelo Chamusca

CRUZEIRO: Fábio, Raúl Cáceres, Ramon, Léo Santos e Jean; Nonoca, Giovanni e Marcinho; Rafael Sóbis, Bruno José e Marcelo Moreno
Técnico: Mozart

Comentários