Publicidade

A diretoria do Vasco segue com o firme propósito de participar na nova gestão do Maracanã, a partir de 2022. O histórico estádio carioca tem atualmente Flamengo e Fluminense como administradores, em um contrato provisório com o governo do Rio. Um novo processo licitatório, entretanto, está em andamento e o Cruzmaltino vai marcar presença.

Esta semana, o presidente Jorge Salgado, acompanhado do VP geral Carlos Roberto Osório, estiveram no Palácio Guanabara. A dupla se reuniu com o governador Cláudio Castro. Em sua conta oficial, o mandatário vascaíno falou sobre o encontro.

De olho na gestão do Maracanã, dirigentes do Vasco conversaram com o governador Cláudio Castro (Divulgação)

“Estivemos essa semana com o governador Cláudio Castro para tratar da licitação do Maracanã. Reafirmei a decisão do Vasco de retornar ao Maracanã, que, junto com SJ, comporá um portfólio perfeito para nossos jogos e nossa torcida. Obrigado pela receptividade, Governador! SV”, postou Jorge Salgado.

Publicidade

Além disso, em entrevista ao Canal Atenção Vascaínos, Carlos Osório deu mais detalhes do encontro e dos planos do Vasco.

– Tivemos a oportunidade de debater o tema com os técnicos da Casa Civil do Estado e uma conversa muito interessante com o governador. Ficou claro então que o interesse do governo do Estado do Rio de Janeiro, nesse processo licitatório, é colocar os clubes como protagonistas – afirmou o VP geral do Vasco.

Leia Também:

Vasco vai ter pelo menos uma mudança no jogo contra o Náutico

Publicidade

Marquinhos Gabriel: ‘O que mais preocupa é a recomposição’

– O Vasco agora se posiciona como interessado em entrar no Maracanã. Essa é a grande mudança do processo atual. No passado, o Vasco não mostrou interesse em participar do processo. Assim Flamengo e Fluminense acabaram se acertando nesse processo de concessão provisória que está em andamento – completou.

No próximo dia 27, quarta-feira, acontecerá uma audiência pública no Palácio Guanabara. O Vasco então estará presente para apresentar suas sugestões.

Publicidade

– A nossa visão, portanto, é que Maracanã e São Januário darão ao Vasco uma vantagem estratégica e competitiva interessante no futebol do Rio de Janeiro. O Vasco da Gama no Maracanã é bom para todo mundo, bom pro Vasco, bom pro Estado, bom para o estádio e bom pro futebol do Rio de Janeiro – concluiu Osório.

Relacionadas

A nova licitação do Maracanã será por um período de 20 anos com prorrogação por mais cinco.

Comentários