Vasco

Vasco perde meia da base e Jordi vai para Portugal

Linnick (Divulgação CRVG)

O Vasco está se despedindo de dois jogadores da base nesta semana. Promessas criadas em São Januário, o meia Linnick e o goleiro Jordi estão deixando o clube de formas distintas.

Linnick (Divulgação CRVG)

Aos 21 anos, Linnick foi promovido aos profissionais no início de 2020. Entretanto, seu contrato expirou em julho e as partes não chegaram a um acordo para a renovação.

O jovem atleta, que está no clube há 15 anos, não chegou a atuar pela equipe principal. No sub-20, porém, foi capitão e um dos destaques da equipe vice-campeã da Copa São Paulo em 2019. Seu destino ainda não está definido.

Leia também:

Investir ou economizar! Vasco mantém folha para ser competitivo

Juninho perto de renovar contrato com o Vasco

Jordi fecha com Paços de Ferreira

O caso do goleiro Jordi é diferente. Promovido aos profissionais em 2014, ele teve poucas chances na equipe principal e foi emprestado nas duas últimas temporadas. Ao retornar em 2020, teve uma proposta do Ceará recusada pelo Vasco a pedido do técnico Abel Braga. Jordi, entretanto, continuou sem perspectivas de aproveitamento na equipe. Insatisfeito, aproveitou-se das pendências salariais e acionou com sucesso a Justiça em busca de uma liberação.

Livre, Jordi acertou a ida para o Paços de Ferreira, clube da primeira divisão de Portugal. As partes aguardam a a publicação da rescisão com o Vasco no Boletim Informativo Diário (BID), da CBF, para assinarem o contrato de dois anos.

O Vasco ainda tenta um acordo para que Jordi retire a ação na Justiça do Trabalho.

Você Também pode gostar