Vasco

Investir ou economizar! Vasco mantém folha para ser competitivo

Alexandre Campello (Reprodução Youtube)

Investir ou reduzir despesas é uma decisão difícil que afeta os clubes em momentos de dificuldades financeiras. Com o Vasco não foi diferente no final de 2019. E a decisão da diretoria de não reduzir a folha salarial, viabilizou a formação de um time competitivo.

Alexandre Campello (Reprodução Youtube)

No ano passado, a folha salarial do futebol do Vasco girava em torno de 4 milhões mensais. Porém, em virtude da crise financeira, houve quem defendesse uma redução de até 20%. Se isso tivesse acontecido, o artilheiro Germán Cano não estaria em São Januário.

– A gente entendia que pra 2020 no mínimo nós teríamos que manter esse nível de gasto com o futebol pra que nós tivéssemos uma equipe competitiva e que pudesse representar o Vasco sem o risco de cair. Mas algumas pessoas da gestão acharam que a gente deveria reduzir esse custo pra 3,3 milhões. Isso implicaria em não renovar nenhum dos contratos que estavam se encerrando, que eram jogadores importantes, e não contratar ninguém – revelou o presidente Alexandre Campello à Rádio Tupi.

– Essas pessoas entendiam que trazer um jogador era custo, e eu entendia que era investimento. Discutimos isso, eu coloquei minha opinião de que com um time mais competitivo teríamos uma maior arrecadação com bilheteria, premiações nas competições alcançando posições mais altas na tabela no Brasileiro, na Copa do Brasil e tudo mais – continuou.

Cano foi investimento que deu retorno

A decisão foi fundamental para possibilitar a contratação do atacante Germán Cano, em dezembro.

– Hoje a folha salarial do Vasco é de 4 milhões. E banquei a vinda do Germán Cano entendendo que isso não era um custo, e sim um investimento que traria retorno. De fato isso tem acontecido. Os resultados alcançados nestas competições de certa forma já asseguraram o custo de investimento no atleta. E a gente tá muito feliz e satisfeito de ter acertado nessa decisão – concluiu Campello.

O jogador argentino se tornou o grande nome do ataque Cruzmaltino nesta temporada. Cano marcou todos os gols do Vasco na Copa do Brasil e na Sul-Americana, e que classificaram a equipe para as fases seguintes nestas competições.

Você Também pode gostar