Publicidade

O Vasco encontra dificuldade em contratar a principal figura para a nova estrutura do departamento de futebol. O Gigante da Colina pensou em Juninho Pernambucano para o posto de CEO. Ele está de saída do Lyon. Entretanto, o Vasco não teve sucesso na conversa com ídolo.

Embora vá deixar o cargo de diretor do Lyon, o futuro de Juninho não será no Vasco. Ele tem plano de se tornar treinador. Assim, o Gigante da Colina vê mais uma tentativa frustrada.

Juninho Pernambucano Vasco Juninho Pernambucano quer ser técnico | Foto: Lyon / Divulgação

Até agora, o Vasco definiu Zé Ricardo como técnico em 2022 e Carlos Brazil como gerente de futebol. Fernando Prass, ex-goleiro do clube, é o mais cotado para ser o coordenador, posto que o Gigante da Colina não chegou a acordo com Ricardo Gomes.

Relacionadas

Morato Vasco

Publicidade

Além de gerente de futebol e coordenador, o clube quer mais uma peça: o CEO. Na antiga estrutura, Alexandre Pássaro era o homem-forte, como executivo.

LEIA MAIS! Marquinhos Gabriel nos planos do Vasco para 2022

Por sinal, Pássaro foi demitido do cargo de diretor executivo há um mês, no dia 11 de novembro. Desde então, o clube não teve sucesso em definir o substituto. A recente tentativa por Juninho não avançou.

Comentários