Publicidade

Em agosto, quando Lisca era técnico do Vasco, a diretoria contratou Jhon Sánchez, do Independiente del Valle-EQU. O equatoriano, de 22 anos, chegou com título da Sul-Americana de 2019 no currículo.

Entretanto, desde que desembarcou no Rio, no início de setembro, Jhon Sánchez não teve mais que duas oportunidades em campo. Além disso, sempre saindo do banco.

Jhon Sánchez Vasco Jhon Sánchez não teve muitas chances (Foto: Rafael Ribeiro/ Vasco)

Após um longo período de recuperação física, ele estreou no dia 4 de novembro, na derrota para o Guarani, em Campinas. Na sexta-feira passada, substituiu Morato no segundo tempo do empate contra o Remo, em São Januário.

Relacionadas

Andrey Vasco
MT Vasco

Publicidade

O vínculo de empréstimo do Equatoriano termina só em junho de 2022. A tendência é que o Cruzmaltino busque uma antecipação do retorno do jogador, mas o Independiente terá que concordar.

Donizete tem preferência por novo técnico: ‘Se vier o Mano Menezes eu vou gostar muito’

Sem render o esperado em campo, não existe a possibilidade do Vasco querer exercer a opção de compra dos direitos econômicos do atacante. Esse será um dos primeiros problemas para o novo diretor executivo de futebol, cargo que ainda não foi preenchido desde a saída de Alexandre Pássaro.

Comentários