Publicidade

O zagueiro Leandro Castán está cheio de gás. O jogador não participou do empate por 1 a 1 com o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro, por estar suspenso. Mas tem retorno assegurado no time que visita o Caracas nesta quarta-feira na Venezuela pela rodada de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana.

Leandro Castán espera jogo complicado (Foto: Vasco TV)

Como ganhou o jogo de ida por 1 a 0, o Cruzmaltino tem a vantagem do empate para se classificar. Pode até mesmo perder por um gol de diferença, a partir de 2 a 1, que vai se classificar. Isso porque os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate.

Apesar dessa vantagem, Leandro Castán alertou os companheiros sobre os perigos do Caracas.

Publicidade

– Vai ser um jogo duro. Já conhecemos um pouco os adversários, pois tivemos uma partida difícil contra eles na última quarta-feira. Se eu não estou enganado, o Caracas vai contar com alguns titulares nesse próximo jogo, então será uma partida muito disputada. Apesar disso, estamos confiantes e acreditamos que iremos levar a classificação para o Rio de Janeiro – declarou Leandro Castan, que viajou com a delegação para Goiânia apesar de não ter condição de jogo.

Zagueiro ficou ao lado dos compaheiros

Leandro explicou o motivo de ter viajado com a delegação.

– Acho que é importante estar junto com a rapaziada. O momento do nosso time não é bom, mas temos totais condições de reverter essa situação. Vamos continuar trabalhando firme, focados, com seriedade, dando sempre mais. Acho que podemos dar mais e fazer melhor. Todos juntos vamos conseguir sair dessa – finalizou o camisa 5.

Publicidade

O Vasco da Gama viaja para a Venezuela na tarde desta terça-feira (03), e o desembarque no Aeroporto Internacional Simón Bolívar, em Caracas, está previsto para 18h, no horário local. Antes disso, pela manhã, o técnico Ricardo Sá Pinto comandará a última atividade antes do confronto. O treinamento acontecerá outra vez no CT do Dragão, na capital goiana.

Vasco treinou em Goiânia, mas sem Talles

Vasco e Caracas vão duelar na Venezuela (Reprodução ConmebolTV)

Poucas horas após empatar com o Goiás em 1 a 1 o Vasco da Gama retornou aos trabalhos. Em Goiânia, no início da tarde desta segunda-feira (02/11), o treinador Ricardo Sá Pinto comandou a primeira atividade voltada para o confronto. O treinamento foi realizado no CT do Dragão, casa do Atlético Goianiense, e contou com a participação dos jogadores relacionados pela comissão técnica para a partida, incluindo o zagueiro Leandro Castan, que não atuou no último domingo (01) por estar suspenso.

Leia também:

Publicidade

Vasco larga na frente, mas cede empate ao lanterna Goiás
Ricardo Graça lamenta infelicidade do Vasco no empate com o Goiás

Num primeiro momento, o técnico cruzmaltino reuniu o grupo no centro do gramado e conversou por aproximadamente 15 minutos. Logo depois, o preparador físico Miguel Moreira promoveu um aquecimento que exigiu bastante movimentação dos atletas. Mas os jogadores que iniciaram a partida contra o Goiás seguiram para a academia ao término dessa atividade. Além disso os demais permaneceram no campo para participar de um trabalho técnico-tático que foi comandado por Ricardo Sá Pinto. A tarde de trabalho foi finalizada com exercícios de finalização.

O atacante Talles Magno, que sofreu um trauma na região da bacia, próxima ao abdômen, na partida contra o Goiás, iniciou o tratamento já no vestiário do Estádio Hailé Pinheiro. O camisa 11 vai manter o tratamento intensivo durante a viagem. Os médicos vão avaliar Talles nas próximas horas. Mas sua presença é incerta.