Publicidade

A eleição do Vasco tem um vencedor: Jorge Salgado, da chapa “Mais Vasco”. O empresário, de 73 anos, venceu Julio Brant, neste sábado, em votação híbrida – presencial e online. Porém, o pleito continua na Justiça, que deve decidir quem será o próximo presidente do Gigante da Colina.

Jorge Salgado, Vasco Jorge Salgado, ao centro, comemora vitória | Foto: Divulgação

Na votação deste sábado, com total de 3.054 votos, Jorge Salgado recebeu 1.682, contra 1.326 de Julio Brant. Votos brancos foram 11 e 35 nulos.

LEIA MAIS! Cano desencanta e projeta mais gols para ajudar o Vasco a se afastar do Z-4

Publicidade

“Vou entregar para a nossa área jurídica resolver. Desde o início sempre falei que a gente acata decisão judicial, atua dentro da conformidade e dentro da regra do jogo. Eu não vou me afastar desse princípio. Se alguma decisão houver, a gente vai discutir isso na esfera judicial”, declarou Jorge Salgado.

LEIA MAIS! Sá Pinto destaca competitividade do Brasileiro e analisa vitória do Vasco

A tumultuada eleição do Vasco

O Gigante da Colina teve um pleito tumultuado. Na última semana, a eleição foi suspensa por decisão do Superior Tribunal de Justiça. Luiz Roberto Leven Siano busca caminhos jurídicos para validar o resultado da eleição de semana passada, em que foi o vencedor.

Publicidade

Na eleição do último sábado, cinco candidatos concorreram. Além de Jorge Salgado, Julio Brant e Leven Siano, Alexandre Campello, atual presidente, e Sérgio Frias estavam na disputa. O pleito só ocorreu por decisão judicial publicada na noite anterior.

A votação foi suspensa à noite, em decisão do ministro Humberto Martins, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Houve apuração de votos, que apontou vitória de Leven Siano. Ele recorre à Justiça na tentativa de validar o resultado.

Alexandre Campello e Sérgio Frias retiraram as chapas e não concorreram neste sábado.