Vasco

Há dez anos: Relembre os reforços que o Vasco contratou

Dodô (Divulgação CRVG)

O Vasco foi campeão da Série B em 2009 e retornou para a elite brasileira no ano seguinte. Com o objetivo de qualificar o elenco para a disputa, a diretoria contratou muitos jogadores. Sem dinheiro para trazer nomes de peso, investiu em promessas e em destaques de clubes menores.

A grande maioria deles não correspondeu e deixou o clube ao longo de 2010 ou ao final da temporada. A exceção foi o meia Felipe, que retornava ao clube que o projetou após muitos anos. Sob o comando do “maestro”, o Vasco seria campeão da Copa do Brasil e vice Brasileiro em 2011.

Ao longo do ano, o Vasco teve três treinadores, Vágner Mancini, Gaúcho e Paulo César Gusmão. Com este último, que assumiu após a parada da Copa do Mundo, muitos perderam espaço e acabaram negociados.

2010 foi, portanto, um ano de transição na formação do elenco do Gigante da Colina. No Campeonato Brasileiro, o Vasco fez campanha apenas regular, terminando em décimo primeiro lugar. Em 38 rodadas, foram 11 vitórias, 16 empates e 11 derrotas, com 43 gols a favor e 45 contra. O aproveitamento foi de 43%.

O MAIS QUE UM JOGO relembra os principais jogadores que chegaram ao Vasco em 2010.

Leia também:

Vasco negocia com dupla do Madureira

‘Os atletas são parceiros’, diz Ramon satisfeito com evolução

Felipe

Felipe (Divulgação CRVG)

Cria da base do Vasco, Felipe participou dos grandes títulos do clube conquistados entre 1997 e 2000. Deixou o Cruzmaltino em 2001 e passou por Palmeiras, Atlético Mineiro, Flamengo e Fluminense, além do futebol turco e árabe. Em junho de 2010 retornou ao Vasco e foi o principal reforço da temporada. Aos 32 anos, foi recebido com festa em São Januário e estreou no dia 1 de agosto no clássico contra o Flamengo, que terminou empatado em 0 a 0. Fechou 2010 com 18 partidas e um gol.

Dodô

Dodô (Youtube)

Suspenso do futebol por doping em 2008, o atacante Dodô escolheu o Vasco para retornar aos gramados. Ele viveu altos e baixos na equipe em 2010, mas mesmo assim fechou o ano como artilheiro do Cruzmaltino, com 11 gols. Após 28 jogos, Dodô entrou em acordo com a diretoria e trocou o Vasco pela Portuguesa-SP.

Rafael Carioca

Rafael Carioca (Divulgação CRVG)

O volante Rafael Carioca chegou por empréstimo ao Vasco da Gama em janeiro de 2010. Revelado pelo Grêmio, ele estava no Spartak de Moscou, onde foi vice-campeão russo. No Cruzmaltino, foi Teve boa passagem e foi titular absoluto durante a temporada. Disputou 55 jogos com a camisa do Vasco em 2010, e retornou para a Rússia no ano seguinte.

Léo Gago

Léo Gago (Divulgação CRVG)

O volante Léo Gago iniciou a carreira no futebol paulista em 2002, mas ganhou destaque anos mais tarde, no Avaí. Em 2009, a equipe catarinense terminou o Brasileiro em sexto lugar. O Vasco então contratou o jogador para a temporada 2010. Ele porém não conseguiu repetir o desempenho e, mesmo marcando seis gols na temporada, perdeu espaço. Em agosto se transferiu para o Coritiba. Disputou 27 jogos com a camisa vascaína em 2010.

Élder Granja

Elder Granja (Divulgação CRVG)

O lateral-direito Élder Granja foi mais um a se juntar ao elenco vascaíno visando a temporada 2010. Chegou a disputar 26 partidas no clube, mas perdeu espaço e foi emprestado ao Athletico-PR em setembro.

Thiago Martinelli

Thiago Martinelli (Divulgação CRVG)

Zagueiro experiente, Thiago Martinelli disputou 25 partidas pelo Vasco em 2010, e marcou 4 gols, só no primeiro semestre. Deixou de ser relacionado com PC Gusmão e teve o contrato rescindido.

Rafael Coelho

Rafael Coelho (Divulgação CRVG)

Formado no Figueirense, o atacante Rafael Coelho foi contratado no final de 2009. Com apenas 21 anos e convocações para as Seleções Brasileiras de base, era uma aposta da diretoria. Atuou em 23 partidas e marcou três gols. No ano seguinte, em janeiro, se transferiu para o Avaí.

Márcio Careca

Márcio Careca (Divulgação CRVG)

O lateral-esquerdo Márcio Careca foi contratado mas atuou pouco pelo Vasco em 2010. Foi utilizado em muitas partidas do Carioca, mas acabou emprestado para o Guarani-SP até o fim do ano, Retornou em 2011 e ajudou a equipe no título da Copa do Brasil e vice-brasileiro.

Você Também pode gostar