Publicidade

O nome do zagueiro Henríquez voltou a surgir no Vasco. Ele defendeu o clube em 2019 e saiu de São Januário de forma, até certo ponto, polêmica. O colombiano, agora, foi um dos nomes ventilados em São Januário.

A defesa do time de Vanderlei Luxemburgo era considerado um dos pontos fortes. O colombiano Henríquez era titular da zaga ao lado de Leandro Castán e, portanto, gozava de prestígio no clube.

Henríquez Vasco Henríquez teve bons momentos no Vasco (Foto: Divulgação)

No final do ano, o jogador, que não tinha empresário, nomeou um representante para cuidar da renovação e viajou para férias em seu país. Uma semana depois, Luxemburgo deixou o Vasco rumo ao Palmeiras e o clima de incerteza passou a reinar no elenco.

Relacionadas

Publicidade

– Deveria ter feito a renovação antes de sair de férias e ter me encarregado pessoalmente disso. Sou um cara experiente para resolver o problema e sentar com o gerente e sair dessa situação – afirmou o jogador em live do canal Atenção Vascaínos, nesta segunda-feira.

LEIA MAIS! Foco na vitória! Lisca vai alterar estratégia no Vasco

Com a chegada do técnico Abel Braga, o Vasco passou a sonhar com o retorno do zagueiro Dedé. Com isso, a relação com Henríquez foi esfriando até que a renovação não aconteceu.

Henríquez sofreu com queda do Vasco

Publicidade

O zagueiro, entretanto, revela ter acompanhado a temporada passada do Cruzmaltino e que sofreu ao ver a equipe cair para a Série B.

MAIS! Lisca assume responsabilidade por momento ruim do Vasco

– Eu sofri muito quando o Vasco caiu para a Série B. Eu estava na Colômbia e assisti ao jogo do Vasco na tela do meu computador. Então me sentia mal, porque falei: ‘se tivesse dentro desse time talvez poderia ter dado uma ajuda pra esses caras, porque conheço o vestiário, conheço o grupo’ – disse.

Publicidade

– E hoje não é diferente. Independentemente que eu não renovei, ainda sinto que o Vasco é minha casa. Aquela situação que você fica de longe e vê onde que realmente está sua família, seu coração – completou.

Aos 32 anos, o zagueiro foi oferecido ao Vasco mas, a princípio, o comando do futebol cruzmaltino não se interessou.

Comentários