Campello propõe “2º turno” entre Leven e Salgado

publicado em 18/11/2020 às 10:00

O presidente do Vasco Alexandre Campello convocou uma entrevista coletiva nesta terça-feira. Em pauta, a situação das eleições para presidente do clube. Embora tenha retirado a sua candidatura, Campello vê com preocupação o imbróglio jurídico que envolve a disputa e propõe um “2º turno” entre os dois candidatos mais votados.

Alexandre Campello (Reprodução Youtube)

O Cruzmaltino teve duas eleições, uma presencial no dia 7 de novembro, e outra híbrida uma semana depois. Entretanto, cada pleito elegeu um presidente diferente para o triênio 2020-22. Então, os vencedores, Leven Siano e Jorge Salgado, prometem lutar na Justiça até o fim para dirigir o clube.

No intuito de propor uma solução que evite uma batalha jurídica sem previsão para acabar, Campelo tenta evitar que a política interna prejudique o Vasco.

– Abri mão de concorrer pensando no Vasco. Acho que seria justo os dois. Um dos candidatos perdeu nas duas, e ele acreditava que seria o melhor. Então de repente seria uma boa uma nova eleição para o sócio decidir qual dos dois é melhor. Há tempo para isso – ponderou Campello.

– Queria aproveitar e pedir aos candidatos que façam uma reflexão sobre todo esse processo. Estamos nisso há dois meses. E essa turbulência tem um impacto no clube, especialmente no futebol. A vida do Vasco está em jogo – alertou o dirigente.

Leia também:

Vasco, duas eleições, dois presidentes e Justiça decidirá

No momento, está valendo a eleição do dia 7, que teve Leven Siano como vencedor. Mas Campello relatou irregularidades que aconteceram e acredita que ela será questionada.

– Não cabe a mim julgar. Cabe a justiça. Repito: vou acatar a decisão judicial. E vou fazer a transição com a maior lisura possível, me colocando sempre a disposição do Vasco, mesmo depois da passagem de comando.

Deixe seu comentário:

Comentário