Publicidade

As eleições do Vasco ganharam mais um capítulo nesta terça-feira. O presidente Alexandre Campello emitiu uma carta aberta e concedeu entrevista coletiva para fala sobre o assunto.

Alexandre Campello criticou Leven Siano (Reprodução Youtube)

Campello pediu para que Leven Siano e Jorge Salgado se entendam sobre quem será o futuro presidente cruzmaltino.

– Peço aos candidatos que cheguem a um consenso, mas que botem o Vasco no primeiro lugar. Vou passar o cargo com toda a isenção para quem a Justiça decidir. O Vasco não será tomado de assalto. O Vasco tem um presidente até o dia 15 de janeiro pelo menos. E que vai continuar trabalhando com o mesmo afinco e com a mesma determinação que o fez até aqui – disse.

Publicidade

O mandatário criticou Leven Siano pelas recentes declarações sobre a chegada de reforços e a mudança de status financeiro do clube.

– E aí vem um candidato, numa bravata, num rompante, numa fanfarronice, critica jogador e diz como tem que ensinar ele a jogar. Diz que vai trazer jogador. Será que essas pessoas não pensam no impacto que isso tem no time? Essas pessoas que querem assumir o Vasco precisam pensar na instituição, precisam pensar na imagem da instituição. Ter equilíbrio. É isso que se espera de um presidente: equilíbrio, seriedade e muita luta – declarou.

Campello sugere nova eleição

Por fim, Campello sugeriu haver uma nova eleição somente com Leven e Jorge Salgado para definir o próximo presidente.

Publicidade

– De repente seria uma boa uma nova eleição para o sócio decidir qual dos dois é melhor. Há tempo para isso – finalizou.

Leia também:

Perto de sair, Alexandre Campello solta o verbo no Vasco

Publicidade

Vasco, duas eleições, dois presidentes e Justiça decidirá

Tanto Leven quanto Salgado se declaram vencedores da eleição, que deve ser decidido na Justiça.