Publicidade

A tranquilidade realmente é produto em falta pelos lados de São Januário. O dia foi tenso no Vasco nesta quinta-feira. Torcedores de torcidas organizadas invadiram o CT do Almirante na manhã desta quinta-feira. A intensão era cobrar o técnico Ricardo Sá Pinto e os jogadores durante o treino, por conta da situação do time na tabela do Brasileirão. O Vasco está na zona do rebaixamento e vê sua permanência na Sére A ameaçada. Além disso o time vem jogando mal. Mas o protesto foi pacífico.

Torcida do Vasco na bronca invade CT. Mas sem violência (Foto: Reprodução TV)

Esse tipo de coisa não é novidade no Cruzmaltino, e ocorreu em todos os três anos em que o time foi rebaixado, em 2008, 2013 e 2015.

O treinador, Leandro Castán e Talles Magno foram os mais cobrados. Sá Pinto, contudo, não se esquivou diante da presença dos torcedores e tentou acalmar os ânimos.

Publicidade

– Quando eu não tiver condições, sou o primeiro a ir embora. A gente tem condições. Calma, calma, calma. Há um conjunto de fatores que não tem sido favorável a nós. Muitos jogos que a gente não tem ganho demos muito azar, foram em detalhes. Tem a ver com coisas do jogo – afirmou o português.

Vasco divulga nota oficial

Leia também:

Benítez mais longe! Independiente conversa com outros clubes
Sá Pinto junta elenco para papo franco no Vasco

Publicidade

O episódio terminou sem danos físicos ou materiais, mas a diretoria vascaína se manifestou indignada por nota.

“Nesta quinta-feira (10/12), integrantes de uma torcida organizada invadiram o CT do Almirante durante o treinamento do time profissional. O Club de Regatas Vasco da Gama compreende a insatisfação de seus torcedores e entende que os resultados em campo estão aquém do esperado, mas é absolutamente injustificável que jogadores e comissão técnica sejam ameaçados e intimidados em seu local de trabalho.

“O futebol brasileiro já deu inequívocas provas de que este tipo de ação, além de ilegal, não surte qualquer efeito prático positivo. Providências já foram tomadas para que episódios como o desta quinta não voltem a se repetir. O Vasco reafirma que atletas, comissão técnica e diretoria estão comprometidos e empenhados em reverter a situação no Campeonato Brasileiro.”

Torcida se manifesta

Publicidade

Já a organizada Ira Jovem se manifestou via Instagram:

“Apoiamos, avisamos e cobramos. Vocês não nos deram ouvidos e fugiram do maior patrimônio, que somos nós, a torcida. Hoje, fizemos uma visita surpresa no Ct. Galinha de casa não se corre atrás.

A diretoria da Torcida Organizada Ira Jovem Vasco, vem por meio desta mostrar total comprometimento com a instituição Club De Regatas Vasco Da Gama e externa todo seu descontentamento com a atual fase vivida e com o péssimo rendimento e comprometimento de jogadores e comissão técnica com a instituição.

Publicidade

Não aceitaremos outro resultado do que a vitória contra o Fluminense. Exigimos uma recuperação imediata no campeonato e não aceitaremos mais esta zona. A IRA da torcida se dá pela DISPOSIÇÃO dos seus componentes. Pelo Vasco, para o Vasco e com o Vasco!”

Em décimo sétimo lugar na tabela, o Vasco se prepara para enfrentar o Fluminense pela 25ª rodada do Brasileirão. A partida será no próximo domingo, em São Januário. Assim é uma chance de reação. Entretanto a tarefa é difícil, pois o Tricolor briga na parte de cima da tabela.